Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Em Cartaz

Por Raquel Carneiro Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Do cinema ao streaming, um blog com estreias, notícias e dicas de filmes que valem o ingresso – e alertas sobre os que não valem nem uma pipoca
Continua após publicidade

‘Meu Malvado Favorito’: saiba 3 curiosidades sobre a saga de sucesso

Franquia de animação é um marco no mercado cinematográfico; confira os bastidores dessa inovação

Por Mariana Carneiro Atualizado em 10 jul 2024, 18h13 - Publicado em 10 jul 2024, 17h53

Novo filme da franquia adorada pelas crianças, Meu Malvado Favorito 4 chegou aos cinemas brasileiros na quinta-feira, 4. Na trama, Gru abre mão da vilania para viver uma rotina tranquila ao lado de seus ajudantes, os Minions, e da família — que acaba de ganhar um novo integrante, o recém-nascido Gru Júnior. Além do bebê, o longa também introduz o perigoso vilão Maxime Le Mal, que persegue o protagonista de forma implacável. A longevidade da produção reflete seu sucesso: em sua primeira semana em cartaz, o longa passou de 240 milhões de dólares de bilheteria no mundo — somado aos três anteriores, a saga atingiu 3 bilhões de dólares. Confira a seguir três curiosidades sobre a saga que atestam seu valor no mercado cinematográfico:

1. Meu Malvado Favorito foi o filme de estreia de um novo estúdio de animação

Chris Meledandri, antigo presidente da 20th Century Fox Animation, deixou o cargo em 2007 para fundar seu próprio estúdio de animação, Illumination Entertainment. O primeiro filme produzido pela empresa foi Meu Malvado Favorito, criado pelo animador espanhol Sergio Pablos e roteirizado pela dupla Cinco Paul e Ken Daurio — que já havia trabalhado com Meledandri no longa Horton e o Mundo dos Quem (2008), da Fox. Alguns membros do elenco de Horton também foram convocados para a produção: Steve Carell e Will Arnett participam da franquia como intérpretes de Gru e Sr. Perkins, respectivamente.

2. Os diretores se inspiraram em A Fantástica Fábrica de Chocolate para criar o visual dos Minions

Os Minions, divertidos capangas de Gru que roubam a cena nos filmes, foram inspirados nos Oompa Loompas de A Fantástica Fábrica de Chocolate. Originalmente, os seres amarelos teriam um visual humano, assim como os ajudantes de Willy Wonka no filme de 1971, mas cortes no orçamento fizeram com que o estúdio optasse pelo design simplificado que conhecemos hoje. Os diretores também se inspiraram no visual dos Jawas, do universo de Star Wars, e em personagens de animações clássicas da Warner Bros., como os animais antropomórficos de Looney Tunes. O sucesso foi tanto que os monstrinhos ganharam dois filmes próprios: Minions (2015) e Minions 2: A Origem de Gru (2022).

3. Produtores incensados assinam a trilha sonora dos filmes

Vencedor de 13 estatuetas do Grammy, o rapper americano Pharrell Williams compôs músicas originais para os quatro filmes da franquia. A faixa mais popular dos longas é Happy, de Meu Malvado Favorito 2, que liderou o ranking de músicas mais vendidas nos Estados Unidos em 2014, com cerca de 6,5 milhões de cópias comercializadas, e atingiu o mesmo feito no Reino Unido. Já a trilha sonora do spin-off Minions 2: A Origem de Gru (2022) foi produzida por Jack Antonoff, vocalista da banda Bleachers e produtor favorito de estrelas como Taylor Swift e Lana Del Rey.

Continua após a publicidade

Acompanhe notícias e dicas culturais nos blogs a seguir:

Tela Plana para novidades da TV e do streaming
O Som e a Fúria sobre artistas e lançamentos musicais
Em Cartaz traz dicas de filmes no cinema e no streaming
Livros para notícias sobre literatura e mercado editorial

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.