Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Clarissa Oliveira Notas sobre política e economia. Análises, vídeos e informações exclusivas de bastidores

Se acordo PT-PSB naufragar, os dois lados já escolheram o culpado

Conversas entre os dois partidos para formar uma federação prosseguem, mas clima nos dois lados é de descrença sobre um acordo

Por Clarissa Oliveira 20 jan 2022, 11h36

Ninguém no PT ou no PSB anda lá muito confiante na possibilidade de os dois partidos se unirem numa federação para a corrida eleitoral deste ano. Mas as conversas seguem ocorrendo, tendo na dianteira os presidentes dos dois partidos, Gleisi Hoffmann e Carlos Siqueira. Se a ideia terminar arremessada pela janela, os dois partidos parecem já ter decidido em quem jogar a culpa: o ex-governador de São Paulo Márcio França.

Do lado petista, a tese é que não há nenhum sentido em França querer disputar o governo de São Paulo tirando Fernando Haddad do páreo. À coluna, um líder do partido criticou duramente o ex-governador. Para ele, a disputa pelo Palácio dos Bandeirantes pode até não ser fácil para Haddad. Mas o desempenho de França nas pesquisas não passa de recall.

Do lado do PSB, a avaliação é que França até tinha, há algum tempo, margem para pressionar. Mas qualquer possibilidade de sucesso caiu por terra depois que ele virou alvo de uma operação de busca e apreensão em uma ação da Polícia Civil que apura desvios na saúde. Para um integrante do partido, o melhor agora é França aceitar que “tomou uma bordoada daquelas”.

Leia também: A verdade sobre a operação que trouxe o médico de Bolsonaro ao Brasil

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês