Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Clarissa Oliveira Notas sobre política e economia. Análises, vídeos e informações exclusivas de bastidores

Mesmo com retomada das prévias, tucanos veem risco de ‘ruptura total’

Clima hostil nos bastidores alimenta tese de que, seja quem for, o derrotado pode deixar o PSDB

Por Clarissa Oliveira 26 nov 2021, 16h06

Mesmo com o anúncio feito há pouco pelo PSDB de que irá retomar as prévias para a escolha do candidato à Presidência, uma ala do partido enxerga risco de uma “ruptura total” entre os grupos de João Doria e Eduardo Leite. Um líder da legenda ouvido pela coluna diz que, mesmo com uma definição rápida do resultado, há risco de o processo desembocar na saída de um dos dois principais pré-candidatos do partido.

Para esse tucano, a hostilidade que se formou nos bastidores pode ter chegado a um nível irreversível. Como para nenhum dos dois lados seria interessante o processo ser judicializado e se arrastar até o ano que vem, a agilidade na decisão deixaria aberta a possibilidade de o derrotado decidir deixar a legenda.

Uma das siglas citadas como possível destino do derrotado é o União Brasil, fusão do DEM com o PSL. Mas há um setor da sigla que já se movimenta em defesa do apoio a Sérgio Moro.

Confira o confronto de ideias de Doria e Leite no Amarelas On Air:

Continua após a publicidade

Publicidade