Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Clarissa Oliveira Notas sobre política e economia. Análises, vídeos e informações exclusivas de bastidores

Cristiano Zanin: ‘Pedido de desculpas do governo a Lula seria bom começo’

Entrevistado do Amarelas On Air, advogado do ex-presidente critica demora do STF e defende presunção de inocência do petista

Por Clarissa Oliveira Atualizado em 19 Maio 2022, 18h23 - Publicado em 17 Maio 2022, 20h00

Responsável pela estratégia jurídica que devolveu ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seus direitos políticos, Cristiano Zanin Martins afirma que o petista não desistirá de obter do governo brasileiro uma reparação, após a decisão da ONU de que seus direitos políticos foram desrespeitados nos processos da Operação Lava-Jato. Entrevistado desta semana do Amarelas On Air, programa de entrevistas de VEJA, Zanin sugere um pedido público de desculpas. Mas não descarta que Lula busque outras formas de reparação no futuro.

“Um pedido de desculpas é um bom começo”, afirmou Zanin. Ao concluir que Lula teve seus direitos desrespeitados nos processos que nasceram da Operação Lava-Jato, o Conselho de Direitos Humanos da ONU deu prazo de 180 dias para que o governo brasileiro conceda ao petista uma reparação. Ainda assim, o órgão não tem poder para obrigar o cumprimento da decisão.

Zanin lembrou que o Brasil é signatário de tratados que validam a decisão a favor de Lula. “Se o governo brasileiro não atender, não cumprir essa decisão, ele ficará mais uma vez inadimplente perante o cenário internacional. Então, eu espero que pelo menos algum conselheiro, algum assessor jurídico possa mostrar esse quadro ao governo, ao presidente Bolsonaro, para que a decisão seja cumprida.”

Zanin disse que, além disso, ainda cabe uma “reflexão” sobre outras reparações possíveis, já que Lula ficou preso por 580 dias e foi impedido de disputar a Presidência em 2018. Questionado sobre uma possível ação judicial ser movida por Lula contra a União ou mesmo contra o ex-ministro Sergio Moro, o advogado argumentou que esta é uma decisão que caberá ao próprio Lula. Mas o ex-presidente, segundo ele, hoje está concentrado em “questões do país” e não no seu próprio caso.

Crítico ferrenho da Operação Lava-Jato, Zanin diz não enxergar nada de positivo no legado da força-tarefa. Ao apontar vícios na origem dos processos, atribuídos a Moro e integrantes do Ministério Público, ele defende que o combate à corrupção não pode justificar o desrespeito à lei.

Continua após a publicidade

Com apresentação desta colunista, o Amarelas On Air inspirou-se nas tradicionais Páginas Amarelas, que estampam a edição impressa de VEJA. A cada semana, o programa recebe um novo convidado, sempre um nome relevante da cena política e econômica. A entrevista é feita por uma bancada composta de jornalistas de VEJA e convidados. A entrevista com Zanin contou com a presença de Caio Junqueira, analista de Política da CNN Brasil, e Ricardo Ferraz, editor de VEJA.

O Amarelas On Air é parte da estratégia digital de VEJA, que contempla a expansão da área de vídeo e de projetos multimídia. O programa estreou em setembro do ano passado e, desde então, recebeu grandes nomes da cena política e econômica do país. A entrevista foi transmitida simultaneamente no YouTube, Facebook e Twitter. Também ganhará versões para Instagram e LinkedIn.

Inscreva-se nos canais de VEJA nas redes sociais e fique por dentro de tudo sobre o novo programa.

YouTube: https://www.youtube.com/c/veja
Facebook: https://www.facebook.com/Veja/
Instagram: https://www.instagram.com/vejanoinsta/

Leia mais sobre o Amarelas On Air e sobre bastidores da política nacional em https://veja.abril.com.br/blog/clarissa-oliveira/

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)