Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Clarissa Oliveira Notas sobre política e economia. Análises, vídeos e informações exclusivas de bastidores

A estratégia de Lula para recusar convites do mercado financeiro

Petista tem indicado que evitará afagos demais ao mercado na largada da campanha presidencial

Por Clarissa Oliveira 10 jan 2022, 12h21

Em mais um sinal de que não está preocupado em afagar o mercado financeiro nesta pré-campanha, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vem se fazendo de difícil diante de qualquer convite para falar a investidores. Em alguns casos, ele apenas recusa a oferta por meio de seus assessores, dizendo que vai aguardar a evolução do cenário e que ainda não é candidato.

Em pelo menos um caso relatado à coluna, que teria ocorrido há alguns meses, o time do petista teria resolvido pegar no bolso de seus interlocutores. Com um pedido R$ 70 mil por uma palestra, de acordo com uma pessoa que participou da negociação. A gestora achou melhor deixar para lá. Pelo menos por enquanto.

Publicidade