Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Bahia Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por VEJA Correspondentes
Política, negócios, urbanismo e outros temas e personagens baianos.
Continua após publicidade

Não perco eleitores com pedido de Alckmin por voto útil, diz Amoêdo

Em visita à Bahia, candidato do Novo afirma que tucano não irá para o segundo turno, apesar de ter metade do tempo de TV, porque rejeição ao PSDB é alta

Por Rodrigo Daniel Silva
20 set 2018, 17h10

O candidato a presidente da República João Amoêdo (Novo) disse nesta quinta-feira (20), em visita à Bahia, não acreditar que vai perder votos para Geraldo Alckmin (PSDB), que tem pregado nos últimos dias o voto útil.

“Ele vem tentando fazer isso há algumas semanas. O PSDB se colocava como contraponto aos dois extremos –o PT e a candidatura de Bolsonaro–, mas não tem surtido efeito. Basicamente porque o PSDB tem um índice de rejeição muito alto. Eu sou o candidato hoje que tem o menor índice de rejeição. O PSDB tem rejeição muito grande e não está crescendo, apesar de ter quase metade do tempo do horário eleitoral”, afirmou, durante visita ao Mercado Modelo, em Salvador.

Amoêdo disse ainda que é “improvável e inviável” que o ex-governador de São Paulo vá ao segundo turno. “O que as pessoas querem na política é renovação, antipetismo, posturas e práticas diferentes. O PSDB, infelizmente, ao longo dos últimos tempos, se aliou com gente do mensalão e do petrolão. Não foi duro nos casos de corrupção dentro do próprio partido. Ele não representa essa renovação”, avaliou.

O postulante do Novo atacou a polarização entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT). “Isso é muito ruim. A sociedade brasileira vem sendo dividida ao longo do tempo. Isso é ruim para a reconstrução que a gente precisa fazer no Brasil. Os extremos não trazem bom resultados. Nesse tipo de polarização do ‘nós’ contra ‘eles’, acaba não discutindo propostas”, ressaltou.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.