Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Augusto Nunes

Por Coluna Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Washington Olivetto, publicitário

Um dos mais premiados publicitários do mundo recusa-se a fazer propaganda política. Washington Olivetto ─ que qualifica de “tosca” essa forma de publicidade no Brasil ─ nunca teve motivos para arrepender-se da decisão tomada no começo da carreira. “Isso fez com que eu me direcionasse obsessivamente para a iniciativa privada”, conta. “Acabou virando um diferencial”. […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 14h37 - Publicado em 6 ago 2010, 20h49

Um dos mais premiados publicitários do mundo recusa-se a fazer propaganda política. Washington Olivetto ─ que qualifica de “tosca” essa forma de publicidade no Brasil ─ nunca teve motivos para arrepender-se da decisão tomada no começo da carreira. “Isso fez com que eu me direcionasse obsessivamente para a iniciativa privada”, conta. “Acabou virando um diferencial”. Se deixou de ganhar dinheiro de um lado, ganhou mais prestígio de outro. Hoje Olivetto é o chairman da WMacCann, fruto da fusão de sua agência com a grande e tradicionalíssima similar internacional. Ele afirma que, ao contrário do que ocorre no universo político, a pior coisa que pode acontecer a um produto de consumo ruim é ter uma propaganda boa, já que as pessoas descobrirão a farsa com mais rapidez. “A publicidade cria uma predisposição de compra, mas o julgamento final é do consumidor”.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=ARPaj4xuMMY?wmode=transparent&fs=1&hl=en&modestbranding=1&iv_load_policy=3&showsearch=0&rel=1&theme=dark&w=425&h=344%5D

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.