Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Augusto Nunes Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Coluna
Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

No vídeo, Dilma ensina em Fortaleza que o Brasil foi inaugurado pelos cearenses

Em abril de 2013, a presidente da República baixou em Fortaleza para saciar a sede das vítimas da seca com outra chuva de dinheiro invisível. “Vamos investir mais 9 bilhões de reais”, prometeu em mais um comício na capital cearense. Como a salva de palmas não foi lá essas coisas, Dilma Rousseff resolveu animar a plateia […]

Por Augusto Nunes
Atualizado em 31 jul 2020, 05h45 - Publicado em 23 jul 2013, 22h53

Em abril de 2013, a presidente da República baixou em Fortaleza para saciar a sede das vítimas da seca com outra chuva de dinheiro invisível. “Vamos investir mais 9 bilhões de reais”, prometeu em mais um comício na capital cearense. Como a salva de palmas não foi lá essas coisas, Dilma Rousseff resolveu animar a plateia com a revelação retumbante: ao contrário do que se imagina há 513 anos, o Brasil foi inaugurado pelos colonizadores do Ceará.

Parece mentira? Veja o vídeo. Lá está a espantosa informação assinalada em negrito no palavrório reproduzido sem correções, retoques ou qualquer tipo de maquiagem.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=gwzl2ArmUcg&w=460&h=345%5D

Continua após a publicidade

Eu queria iniciar comprimentando aqui todos os presentes, comprimentando a mulher cearense, os companheiros homens e dizer do meu imenso prazer de tá aqui, mais uma vez, no Ceará. […] O Nordeste e a seca são um problema. Jamais houve uma atitude correta em relação a essa situação ao longo dus…dus…dus anos sobre essa situação, que é a questão da existência dum fenômeno climático nessa região do país. […] E de um lado é um desafio e de outro, é um direito do cidadão que aqui veio, aqui povoou e aqui… não só fez tudo isso, mas inaugurou o Brasil. Num vamos esquecê aonde o Brasil cumeçô. […] Por isso, nós todos sabemos que hoje todo mundo olha pra essa região e num vê mais o chamado primo pobre da nação.

A oradora Dilma Rousseff não cumprimenta ninguém. “Comprimenta” meio mundo, começando pelos companheiros homens e pelas companheiras mulheres. Raros erres dos verbos do infinitivo escapam da guilhotina. Todo onde vira aonde. Platitudes de jardim da infância convivem com frases sem pé nem cabeça e tropeçam em pausas que denunciam a exaustão do neurônio solitário.

A maior seca dos últimos 50 anos pode ficar tranquila. Combatida por uma presidente capaz de dizer o que se leu acima, pode durar mais 50.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.