Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Janaina Paschoal: A derrota de Renan Calheiros foi uma vitória da nação

A deputada estadual mais votada da história do Brasil afirma que vigora há muitos anos um acordo entre o PT e o PSDB na Assembleia paulista

Por Cristyan Costa Atualizado em 7 fev 2019, 13h48 - Publicado em 7 fev 2019, 07h07

Cristyan Costa

Entrevistada pelo programa Perguntar não Ofende, da Rádio Jovem Pan, a deputada estadual Janaina Paschoal afirmou que a derrota de Renan Calheiros na disputa pela presidência do Senado foi uma vitória do Brasil. Principal articuladora do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff, ela aprovou o conjunto de medidas de combate à corrupção e outros crimes anunciado por Sergio Moro nesta segunda-feira. “É um projeto que tem uma linha mestra”, observa. “Algum especialista pode até não concordar com algum ponto, mas é impossível alguém negar que tenha consistência”.

Um dos pontos positivos apontados por Janaina está no fato de o pacote trabalhar com o princípio da proporcionalidade, distinguindo, por exemplo, o que é a criminalidade organizada da comum. “Se você punir todo mundo de maneira grave, mesmo aqueles que não merecem, o peso da punição perde o sentido”, diz. “Por outro lado, se deixar de punir, as pessoas perdem a referência do que pode e do que não pode”.

Candidata à presidência da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), a parlamentar do PSL denunciou uma aliança informal entre PT e PSDB. “Não existe eleição lá dentro”, afirma. “Há um acordo prévio entre o PT e o PSDB, em que um partido fica com a presidência e o outro com a primeira secretaria”. Embora pretenda apresentar um projeto de lei que garanta às mulheres o direito de exigir fazer cesarianas pelo SUS, Janaina acredita que seu papel na Alesp será outro: “Estou entrando muito mais com o objetivo de tentar evitar coisas ruins do que fazer valer as minhas ideias boas”.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)