Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Ideli continua em campanha, Toffoli promete piorar e AAL quer imortalizar o casal Calheiros

Minutos antes da entrega das medalhas ao segundo e ao terceiro colocados na disputa do título de Homem sem Visão de Setembro, a vice-campeã Ideli Salvatti, ainda na platéia, pediu a palavra para uma questão de ordem: “Posso somar minhas duas medalhas de prata e trocar por um troféu de HSV?”, berrou. Diante da negativa da Comissão Organizadora, […]

Por Branca Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 16h44 - Publicado em 2 out 2009, 20h00

hsv-setembro-prata

Minutos antes da entrega das medalhas ao segundo e ao terceiro colocados na disputa do título de Homem sem Visão de Setembro, a vice-campeã Ideli Salvatti, ainda na platéia, pediu a palavra para uma questão de ordem: “Posso somar minhas duas medalhas de prata e trocar por um troféu de HSV?”, berrou. Diante da negativa da Comissão Organizadora, a medalhista reincidente avisou que concorrerá de novo.  “Ainda faltam três meses para o fim do ano”, lembrou. “Meu assessor predileto acha que tenho chance”.

hsv-setembro-bronze

José Antônio Toffoli soube da conquista da medalha de bronze durante a sabatina no Senado. “Tive que controlar a emoção”, confessou. “Contei a um grupo de parlamentares amigos e eles me disseram que agora acabou essa conversa de currículo sem currículo”. Com voz embargada, declamou a promessa: “Vou piorar a imagem nos próximos meses com as minhas decisões no Supremo”. Ao saber da homenagem de Tarso Genro, que dedicou bonitos versos aos derrotados, o bacharel de toga decidiu comprar um livro do ministro da Justiça. “Sete já foram vendidos. O Tarso pode contar com o oitavo, porque me identifiquei com o tema das poesias”.

Inconformado com o quarto lugar, Lêdo Ivo, porta-voz da Academia Alagona de Letras, informou que os imortais estaduais vão partir para a radicalização. “Já convencemos Fernando Collor a aceitar a imortalidade de Renan Calheiros”, garantiu, antes de revelar a carta guardada na manga do fardão: “Vamos exigir que o governador conceda o título de cidadã alagoana à Mônica Veloso, publicar em livro as legendas das fotos que saíram na Playboy e imortalizar também a segunda patroa do Renan”.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)