Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vulcões de 50 milhões de anos são descobertos na costa australiana

Foram encontrados quatro vulcões já extintos com a ajuda de radares que procuravam por lagostas

Enquanto buscavam por filhotes de lagostas, cientistas australianos descobriram uma série de quatro vulcões inativos debaixo da água com aproximadamente 50 milhões de anos. A descoberta ocorreu a 250 quilômetros de Sidney, na Austrália, a cinco quilômetros de profundidade no oceano.

Moninya Roughan, uma das cientistas presente no navio que descobriu os vulcões, comentou em um vídeo que foi uma surpresa. “O navio simplesmente passou por cima, ninguém sabia que esses gigantes estavam lá.” O maior deles tem 1,5 quilômetro de diâmetro e 700 metros de altura.

Leia também:

Vulcões mais ativos do mundo

Maior vulcão do planeta é descoberto no Oceano Pacífico

“É irônico que estamos prestes a obter as primeiras imagens em plano fechado de Plutão, mas não tínhamos ideia destes belos vulcões na costa de Sidney”, disse Iain Suthers, biólogo marinho da Universidade de New South Wales que liderou a expedição.

Os vulcões nunca foram encontrados antes, em outras expedições, porque os radares usados mapeavam somente até 3 000 metros, deixando metade do território oceânico fora de vista. O sonar usado na última expedição, a que achou as crateras, pode mapear praticamente qualquer profundidade dos oceanos terrestres.

(Da redação)