Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Vitamina D ativa resposta do sistema imunológico à tuberculose

Por Martin Megino/Pp Atualizado em 6 Maio 2016, 16h57 - Publicado em 12 out 2011, 15h50

A vitamina D é necessária para ativar a resposta do sistema imunológico à tuberculose, aponta um estudo americano divulgado nesta quarta-feira, o que pode levar a novos tratamentos contra a doença, que mata 1,8 milhão de pessoas por ano.

Pesquisadores já sabiam que a vitamina D desempenha um papel na resposta do organismo à tuberculose, mas o estudo, publicado na “Science Translational Medicine”, mostra que ela deve estar presente em níveis adequados para que a resposta imunológica seja ativada.

A descoberta pode ser crucial para os esforços para tratar a doença em lugares como a África, uma vez que pessoas de pele negra são mais suscetíveis à tuberculose e à carência de vitamina D.

Embora se possa obter a vitamina por meio da exposição solar, a pele negra tem mais melanina, que protege o corpo dos raios ultravioleta e reduz a produção de vitamina D.

“Ao longo dos séculos, a vitamina D vem sendo usada intrinsicamente para tratar a tuberculose”, lembrou Mario Fabri, que fez a pesquisa para o estudo na Universidade da Califórnia em Los Angeles e trabalha para o Departamento de Dermatologia da Universidade de Colônia, Alemanha.

“Os sanatórios dedicados a pacientes com tuberculose situavam-se, por tradição, em locais ensolarados, o que parecia ajudar no tratamento, mas ninguém sabia por que isso funcionava”, comentou Fabri. “Nossa descoberta sugere que aumentar os níveis de vitamina D por meio de suplementos pode ampliar a resposta imunológica a infecções como a tuberculose.”

Estudos anteriores feitos pela mesma equipe de pesquisadores determinaram que a vitamina D tinha um papel-chave na produção da molécula catelicidina, que ajuda o sistema imunológico a matar a bactéria da tuberculose. A descoberta atual mostra que a vitamina é necessária para as células T, que respondem a ameaças produzindo a proteina interferon, que direciona células para atacar as bactérias.

“No momento em que formas resistentes de tuberculose estão surgindo, entender como aumentar a imunidade por meio da vitamina D pode ser muito útil”, indicou o coautor do estudo Barry Bloom.

A Organização Mundial de Saúde anunciou esta semana que 8,8 milhões de pessoas tiveram tuberculose no ano passado, sendo que um quarto dos casos foram registrados na África, e 40%, na Índia e China.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)