Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vírus zika: perguntas e respostas

Quais são os sintomas? Qual a relação com a microcefalia? Pode haver transmissão sexual? Pelo beijo? Confira o que a ciência sabe sobre o vírus

Descoberto há mais de sessenta anos, o vírus zika foi identificado pela primeira vez no Brasil no fim de abril de 2015, quando seu material genético foi identificado em oito pacientes do Rio Grande do Norte. O microrganismo, que costuma causar infecções assintomáticas em até 80% dos casos ou originar sintomas brandos, como febre, coceira e mal-estar, tem causado preocupação por sua associação a diversas doenças.

No fim do ano passado, o Ministério da Saúde confirmou a relação entre os casos de zika e o nascimento de bebês com microcefalia, além de investigar a ligação com a síndrome de Guillain-Barré, uma afecção autoimune que afeta os tecidos do sistema nervoso e é capaz de levar à paralisia. Na última sexta-feira, cientistas da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) detectaram o vírus na saliva e urina de dois pacientes infectados – o que não significa que a transmissão possa ocorrer por meio desses fluidos.

Leia também:

ONU e EUA dizem que Brasil não fornece dados suficientes sobre o zika

Zika vírus consegue atravessar a placenta, segundo estudo da Fiocruz

Confira as principais dúvidas em relação ao vírus e o que a ciência sabe até o momento sobre ele: