Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Telescópio captura imagem mais detalhada de galáxia espiral

Corpo estelar está a 11,5 milhões de anos-luz da Terra e é a segunda galáxia mais brilhante no céu

O telescópio de rastreio VST (do inglês, Very Large Survey Telescope) capturou a imagem mais detalhada de uma galáxia em espiral e seus arredores. O aparelho foi instalado recentemente no Observatório do Paranal, no deserto do Atacama (Chile) e faz parte do complexo de telescópios do Observatório Europeu do Sul (ESO, na sigla em inglês).

Confira o vídeo simulando uma aproximação à galáxia NGC 253

Loading player…

A galáxia capturada pelo VST se chama NGC 253. Ela brilha a cerca de 11,5 milhões de anos-luz da Terra, na constelação Escultor. O aglomerado estelar é facilmente observável com binóculos. Isso porque ela é a segunda galáxia mais brilhante no céu, depois da Galáxia de Andrômeda, vizinha da Via-Láctea.

Os astrônomos observaram formação estelar muito intensa espalhada por toda a galáxia NGC 253 e classificaram-na como uma galáxia de formação estelar explosiva. Os pontos brilhantes espalhados pela galáxia são berçários estelares, onde estrelas quentes e jovens começam a brilhar. A radiação emitida pelos astros em formação faz brilhar intensamente as nuvens de hidrogênio que ficam ao redor da galáxia.

A NGC 253 foi descoberta por uma astrônoma franco-inglesa, Caroline Herschel, irmã do famoso astrónomo William Herschel, quando procurava cometas em 1783.