Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

“Tecnologia não substitui a Deus”,diz Bento XVI

Para papa, os recentes desastres naturais são um aviso de que a humanidade não é todo-poderosa

Neste domingo, conhecido como “Domingo de Ramos” pelos cristãos, o Papa Bento XVI iniciou as celebrações da Páscoa com o seguinte alerta: o homem vai pagar o preço de seu orgulho se acreditar que a tecnologia pode lhe dar um poder igual ao de Deus. A declaração foi feita enquanto o papa presidia uma celebração colorida na qual dezenas de milhares de pessoas agitavam palmas e ramos de oliveira para comemorar a entrada de Jesus em Jerusalém, uma semana antes de ser crucificado.

O pontífice, que completou 84 anos no sábado, teceu seu sermão em torno do tema da relação do homem com Deus e como ele pode sentir-se, às vezes, ameaçado pela tecnologia. “Desde o início, homens e mulheres tiveram o desejo de ‘ser como Deus’, de alcançar a estatura de Deus por suas próprias forças”, disse ele. Para o papa, se o homem quer um relacionamento com Deus em primeiro lugar deve abandonar esse desejo.

Apesar dos grandes avanços na tecnologia terem melhorado a vida do homem, disse o Papa, também aumentaram as possibilidades do mal, e os recentes desastres naturais são um aviso de que a humanidade não é todo-poderosa. “O homem tem conseguido muitas coisas: podemos voar, podemos ver, ouvir e falar uns com os outros de diversos lugares da Terra. E ainda assim a força da gravidade que nos atrai para baixo é poderosa”, afirmou.

(Com agência Reuters)