Clique e assine a partir de 9,90/mês

SpaceX pode ter descoberto a origem da explosão de foguete

Segundo a companhia, é possível que um vazamento no sistema de hélio criogênico tenha ocasionado a grande explosão em Cabo Canaveral

Por Da redação - Atualizado em 26 set 2016, 12h20 - Publicado em 26 set 2016, 12h19

A SpaceX informou na última sexta-feira que a explosão de seu Falcon 9 no início do mês pode ter sido decorrente de um grande vazamento do sistema de hélio criogênico (que faz parte dos tanques de oxigênio líquido dos foguetes). Mesmo assim, a companhia do bilionário Elon Musk afirma que o caso não tem relações com a explosão de um Falcon 9 no ano passado, que se desintegrou a caminho da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês).

Leia também:
Forte explosão é registrada em base espacial nos EUA
Satélite do Facebook explode em base espacial dos EUA

Em 1º de setembro, a SpaceX estava realizando testes nos motores de Falcon 9 na plataforma de lançamento em Cabo Canaveral, na Flórida. As avaliações pretendiam verificar se o foguete estava preparado para enviar o satélite de comunicação Amos-6 ao espaço. Na ocasião, uma falha ocorreu e uma grande explosão incendiou o foguete e o satélite.

Três semanas depois, a SpaceX anuncia que investigações preliminares sugerem que a falha ocorreu no sistema de hélio do foguete – no entanto, o que ocasionou o problema ainda não foi esclarecido. De qualquer forma, a equipe responsável por analisar os dados de acidentes (formada por especialistas, Força Aérea americana e NASA) seguirá com as investigações, averiguando um apanhado de dados sobre o ocorrido, incluindo imagens, áudios e vídeos.

Em um comunicado, a companhia informou que prevê voltar com as operações em novembro e que segue trabalhando no projeto de enviar  ao espaço e trazer para a Terra a tripulação da ISS nos próximos anos. “Voltar a voar com segurança e confiança é a nossa prioridade. Os dados obtidos nessa investigação vão resultar em um veículo mais seguro para nossos clientes e parceiros”, afirmou a companhia na nota.

Continua após a publicidade

Confira o momento do acidente:

 

Publicidade