Clique e assine com até 92% de desconto

Seis exemplares de raro anfíbio sem pulmões são encontrados em Rondônia

Por Da Redação Atualizado em 6 Maio 2016, 16h29 - Publicado em 1 ago 2012, 21h02

São Paulo, 1 ago (EFE).- Seis exemplares do ‘Atretochoana eiselti’, o maior anfíbio sem pulmões conhecido e pertencente à família das chamadas cobras-cegas, foram resgatados do leito de um rio, perto das obras da hidroelétrica de Santo Antônio, em Rondônia, informaram nesta quarta-feira vários meios de comunicação.

Os anfíbios, de cor cinza, corpo alongado e pele lisa, foram localizados durante o período de seca no leito do rio Madeira que passa por Porto Velho(RO), de acordo com a ‘Agência Estado’.

Até agora só haviam sido encontrados dois exemplares do animal, que chega a medir cerca de 1 metro, e de cujo habitat natural se tem poucos dados.

Os especialistas devolveram ao rio três dos exemplares achados, um morreu e os outros dois foram selecionados para estudo.

O biólogo Juliano Tupan, analista sócio-ambiental da hidroelétrica, comemorou a descoberta porque ela contriui para confirmar o ecossistema no qual vive este estranho anfíbio, o único exemplar da família das cecílias sem pulmões que se tem notícia.

‘Agora temos certeza que este animal está presente na bacia do rio Madeira e no Pará’, declarou. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade