Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Roscosmos cancela previsão de queda dos fragmentos da sonda Fobos-Grunt

Por Da Redação Atualizado em 6 Maio 2016, 16h49 - Publicado em 15 jan 2012, 08h24

A agência espacial russa Roscosmos cancelou neste domingo todas suas previsões sobre o local onde deveriam cair os fragmentos da sonda Fobos-Grunt, que fracassou em sua tentativa de chegar a Marte.

Em seu site, a Roscosmos anunciou que a sonda espacial de 13,5 toneladas provavelmente cairia em Terra entre as 14H36 GMT e as 22H24 GMT (11H36 e 20H24 de Brasília) deste domingo.

Mas cancelou suas previsões de sábado sobre uma possível queda dos fragmentos no Oceano Pacífico frente ao litoral do Chile. Duas previsões anteriores situavam a zona de queda no Oceano Índico ou no Oceano Atlântico, frente ao litoral da Argentina.

“O grupo de apoio das operações acompanha permanentemente a queda da Fobos-Grunt de sua órbita”, acrescentou a Roscosmos.

Segundo a agência, apenas 20 a 30 fragmentos, de não mais de 200 kg, deverão atravessar a atmosfera sem consumir-se em sua totalidade e cair em terra.

A sonda espacial, cujo custo foi de 165 milhões de dólares e foi colocada em órbita em 9 de novembro, será um dos maiores objetos a atravessar a atmosfera desde a volta da estação espacial Mir em 2001.

a Fobos-Grunt, que devia dirigir-se a um satélite de Marte (Fobos) para pegar amostras, fracassou em sua tentativa de superar a atração terrestre, e desde então sua órbita cai lentamente.

O ano de 2011 foi um dos piores para o setor espacial russo. O último fracasso em seus projetos foi em 23 de dezembro, quando um satélite de comunicações militares e civis caiu na Sibéria devido a um defeito do foguete Soyuz que o leva a sua órbita.

Continua após a publicidade
Publicidade