Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Retorno à Terra da tripulação da ISS atrasa ao menos 1 mês

O retorno à Terra da tripulação da Estação Espacial Internacional (ISS) será atrasado em ao menos 1 mês devido a uma falha detectada na cápsula Soyuz, informou nesta sexta-feira uma fonte da indústria espacial russa, citada pela agência Interfax.

Depois da descoberta da falha na cápsula da nave Soyuz TMA-04 M, que devia efetuar o próximo voo tripulado para a ISS em 30 de março, a cápsula de outro aparelho, Soyuz TMA-05, será utilizado para este voo, informou esta fonte.

Mas levando em conta o tempo necessário para os testes desta cápsula e os trabalhos preparativos, “o lançamento apenas poderá ser efetuado no fim de abril”, segundo esta fonte.

“Isso quer dizer que a tripulação da ISS terá que ficar no espaço um mês mais” que o previsto, informou.

A agência espacial russa Roscosmos adiará os lançamentos previstos em março e maio dos dois próximos voos tripulados para a ISS, após a descoberta de uma rachadura na parede do Soyuz durante os testes de hermeticidade, anunciou nesta sexta-feira a agência Interfax, que cita uma fonte na indústria espacial.