Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Registros impressionantes disputam prêmio de fotografia astronômica

Imagens do Sol, de nebulosas e da aurora boreal vista da Islândia estão entre as finalistas da competição criada pelo Observatório Real de Greenwich

Por André Sollitto Atualizado em 5 jul 2022, 19h04 - Publicado em 5 jul 2022, 19h03

Todos os anos, o Observatório Real de Greenwich, no Reino Unido, seleciona as fotografias mais impressionantes feitas do cosmo. Neste ano, mais de três mil candidatos de 67 países enviaram imagens de estrelas, planetas, nebulosas e diversos fenômenos cósmicos. E a instituição acaba de divulgar os finalistas.

Cada imagem é capturada pelos astrofotógrafos, como são chamados os profissionais, por meio de equipamentos poderosos, capazes de registrar detalhes a milhares de anos-luz de distância. Os vencedores serão anunciados apenas no dia 15 de setembro, em um evento online. Até lá, é possível conferir alguns dos registros mais impressionantes abaixo.

O britânico Stuart Green capturou a superfície do Sol isolando camadas da luz emitida pelo astro -
O britânico Stuart Green capturou a superfície do Sol isolando camadas da luz emitida pelo astro – Stuart Green/Reprodução
De Los Angeles, na Califórnia, Simon Tang fotografou as proeminências solares, campos magnéticos que se estendem além da superfície -
De Los Angeles, na Califórnia, Simon Tang fotografou as proeminências solares, campos magnéticos que se estendem além da superfície – Simon Tang/Reprodução
O italiano Andrea Vanoni apresenta crateras, montanhas e outros acidentes na superfície da Lua -
O italiano Andrea Vanoni apresenta crateras, montanhas e outros acidentes na superfície da Lua – Andrea Vanoni/Reprodução
Bray Falls, de Auberry, na Califórnia, mostra uma pequena parte da Nebulosa Crescente, na constelação de Cygnus -
Bray Falls, de Auberry, na Califórnia, mostra uma pequena parte da Nebulosa Crescente, na constelação de Cygnus – Bryan Falls/Reprodução
Carl Gallagher registrou a Aurora Boreal e o casco do antigo baleeiro Gardur na Islândia -
Carl Gallagher registrou a Aurora Boreal e o casco do antigo baleeiro Gardur na Islândia – Carl Gallagher/Reprodução

A lista completa pode ser encontrada neste endereço.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)