Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Quer ser astronauta? A Nasa procura candidatos

Desde 2011 a agência espacial americana não abria vagas para o posto. Nova turma de astronautas deve ser enviada para futuras missões, como a prevista para Marte, em 2030

Preparando-se para futuras missões tripuladas ao espaço, a Nasa anunciou nesta quarta-feira a abertura de vagas para novos astronautas, profissão que é o sonho de muitos jovens americanos. O objetivo é formar uma classe de astronautas que irá participar de missões espaciais tripuladas programadas para os próximos anos, como a viagem prevista para Marte, por volta de 2030.

“Esse próximo grupo de exploradores americanos do espaço vai nos ajudar a realizar a meta de deixar as primeiras pegadas no Planeta Vermelho”, afirmou Charles Bolden, administrador da Nasa, em um comunicado. “Os selecionados para esse serviço vão voar em naves americanas, contribuir para o avanço de pesquisas científicas na Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) e ajudar a expandir os limites da tecnologia no espaço profundo.”

Leia também:

Os 15 anos da Estação Espacial Internacional, em 10 fotos

Os primeiros frutos de uma nova era da exploração espacial

De 14 de dezembro até a metade de fevereiro de 2016, a agência espacial americana aceitará candidaturas e pretende divulgar o nome dos selecionados em 2017. No entanto, apenas jovens americanos podem cadastrar seus currículos no site do governo federal.

O ideal é que os candidatos sejam formados em engenharia, ciências biológicas, medicina, física ou matemática e tenham pelo menos três anos de experiência profissional. Saber pilotar aviões também é recomendável para o posto.

Novas missões – A nova turma de astronautas poderá participar de quatro diferentes programas da Nasa: a ISS, que funciona como um laboratório espacial orbitando a Terra desde 1998, a Orion, uma nave espacial construída para a exploração de longas distâncias espaciais, ou as duas novas espaçonaves comerciais que estão sendo desenvolvidas por empresas americanas para futuros voos tripulados, a CST-100 Starliner e a cápsula SpaceX Dragon.

Desde 2011, quando foi suspenso o programa de ônibus espaciais, a Nasa não abria vagas para astronautas. Mais de 300 pessoas foram contratadas como astronautas da agência desde 1959, quando foi selecionado o primeiro grupo de sete pessoas como parte do projeto Mercury, que enviou tripulantes para orbitar ao redor do planeta. Atualmente, a agência conta com 47 astronautas, cerca de um terço do número de contratados em 2000.

“Este é um momento emocionante para fazer parte de um programa espacial americano”, disse Brian Kelly, diretor de operações de voo da Nasa, em Houston. “A Nasa deu o próximo passo na evolução de nosso programa de voos espaciais tripulados e nossos astronautas estarão à frente dessas novas e desafiadoras missões.”

(Da redação)