Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Quatro curiosidades sobre o primeiro voo da Nasa na atmosfera marciana

O rover Perseverance carregou consigo, acoplado em sua “barriga”, o helicóptero Ingenuity, programado para levantar voo no próximo domingo, 11

Por Da Redação Atualizado em 8 abr 2021, 13h38 - Publicado em 9 abr 2021, 06h00

– Objetivo
Cinco veículos terráqueos já percorreram o solo de Marte desde 1997. Na atual missão no Planeta Vermelho, o rover Perseverance carregou consigo, acoplado em sua “barriga”, o helicóptero Ingenuity, programado para levantar voo no próximo domingo, 11. Será a primeira incursão de um veículo da Nasa na atmosfera marciana. O objetivo dele é captar imagens e colher informações úteis para o desenvolvimento no futuro de outros veículos encarregados de explorar o mesmo espaço aéreo alienígena.

– Características
Fruto de um investimento de 80 milhões de dólares, o drone de 1,8 quilo é movido por baterias carregadas por painéis solares. Sua estrutura foi especialmente preparada para proteger os sistemas internos em meio às condições inóspitas do planeta, o que inclui temperaturas que podem chegar a 90 graus negativos.

– Decolagem
Em seu primeiro grande teste, o Ingenuity vai fazer um rasante de trinta segundos a 3 metros de altitude. Caso a experiência seja bem-sucedida, o helicóptero executará na sequência viagens mais ambiciosas sobre Marte. Em um período de trinta dias, estará programado para realizar outros quatro voos. Na jornada mais longa, a máquina da Nasa vai percorrer uma distância de 48 metros em relação ao rover Perseverance, mantendo-se no ar por noventa segundos.

– Pilotagem
Ao contrário de um drone comum, o Ingenuity não será guiado em tempo real por algum piloto. Os engenheiros da Nasa enviarão antes da decolagem as coordenadas do voo e o helicóptero executará a missão calculando sua rota com base nesses dados transmitidos da Terra.

Publicado em VEJA de 14 de abril de 2021, edição nº 2733

Continua após a publicidade
Publicidade