Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Premiê indiano anuncia missão a Marte em 2013

Veículo espacial orbitaria Marte para obter dados do clima, da geologia, da origem, da evolução e das condições de vida no planeta vermelho

O primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh, confirmou nesta quarta-feira que seu país planeja uma missão espacial para Marte em 2013. Segundo Singh, a missão representará um ‘passo gigantesco’ em matéria de ciência e tecnologia.

Segundo fontes citadas pela imprensa indiana, a missão tem o objetivo de pôr na órbita marciana o veículo, que deve ser lançado em novembro de 2013, para obter dados do clima, da geologia, da origem e da evolução do planeta, além de verificar as condições de vida no local. O anúncio do primeiro-ministro da Índia foi realizado durante seu discurso no aniversário da independência do país.

Até o momento, o governo indiano repassou 2,25 milhões de dólares para o desenvolvimento do projeto, que está sendo conduzido pela Organização Índia de Investigação Espacial (ISRO). Segundo uma autoridade da ISRO, o custo da missão tinha sido estimada entre 4 bilhões e 5 bilhões de rúpias (entre 70 e 90 milhões de dólares).

Orgulho nacional – A Índia tem um bem estabelecido programa espacial, que é fonte de um forte orgulho nacional, mas também atraiu críticas já que o governo luta para enfrentar a pobreza e a desnutrição infantil. Cortes de energia em dois dias consecutivos neste mês afetaram grandes áreas do país e reforçaram a fragilidade da infraestrutura básica da Índia.

“Precisamos dar mais atenção aos pobres em questões como saúde, água potável e alfabetização”, disse Bindeshwar Pathak, fundador da organização de caridade especializada em saneamento Sulabh e um dos mais destacados ativistas da Índia sobre bem-estar social. “Ir ao espaço deve ter alguns benefícios científicos, mas só isso não ajudará na condição dos pobres da Índia”, acrescentou.

Em setembro de 2009, a sonda indiana Chandrayaan-1 encontrou água na Lua, impulsionando a credibilidade do país em meio a nações mais experientes na exploração espacial. Mas o programa do país sofreu um revés em dezembro de 2010, quando um veículo lançador de satélite explodiu e caiu na Baía de Bengala após se desviar de seu plano de voo.

Estados Unidos, Rússia, Europa, Japão e China já enviaram missões a Marte. O veículo-robô americano Curiosity está atualmente na superfície do planeta vermelho desde a semana passada em busca de vestígios de vida e de dados para uma futura missão humana.

(Com Agências EFE e France-Presse)