Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Pessoas que dormem tarde costumam se dar pior no trabalho, indica pesquisa

Notívagos podem enfrentar dificuldades ao trabalhar durante o horário comercial

Por Sabrina Brito 24 fev 2021, 13h42

Um novo estudo finlandês sugere que os indivíduos que preferem ficar acordados até tarde têm duas vezes mais chances de apresentarem resultados ruins no trabalho do que as pessoas que acordam cedo. A pesquisa baseou-se em um levantamento realizado com mais de 5,8 mil pessoas na Finlândia.

Entre os participantes, 10% dos homens e 12% das mulheres afirmaram ser noturnos. Deles, 72% trabalham cedo. Consequentemente, 25% dos indivíduos que se consideram notívagos relataram considerar a sua performance profissional como fraca.

Não é difícil entender o porquê desses indivíduos apresentarem resultados piores no trabalho. Afinal, os horários comerciais são pensados com base no ritmo de quem acorda cedo, o que significa que aqueles que não se encaixam nesse padrão podem sentir sono, cansaço e indisposição durante o trabalho.

Embora o estudo tenha sido conduzido somente na Finlândia, os pesquisadores acreditam que os resultados encontrados são universais, já que todos possuímos relógios biológicos, independentemente de onde nascemos. Ainda assim, os cientistas afirmam ser importante conduzir novas investigações sobre o assunto.

Continua após a publicidade

Publicidade