Clique e assine a partir de 9,90/mês

Pesquisadora australiana pretende desvendar os segredos da atração

Estudo pretende descobrir por que a simetria física é o fator mais determinante da atração entre seres humanos

Por Da Redação - Atualizado em 6 Maio 2016, 17h04 - Publicado em 31 jul 2011, 18h20

Inteligência, senso de humor e honestidade podem ser importantes fatores de atração, mas o aspecto físico permanece, desde períodos pré-históricos, o mais importante. “Sabemos a partir de pesquisas de comportamento que quanto mais simétrica é uma pessoa, mais atraente ela é considerada”, explica a psicóloga Anna Brooks, da Universidade Southern Cross, na Austrália.

A associação entre simetria e atração pode ser observada em todas as culturas e preferências sexuais. Para compreendê-la melhor, Brooks vai se juntar durante quatro meses ao professor Olaf Blanke no Laboratório de Neurociência Cognitiva no Brain Mind Institute, em Lausanne, na Suíça.

O estudo vai analisar homens e mulheres através de fotografias e ressonâncias magnéticas na tentativa de descobrir o que faz a simetria do rosto e do corpo ser tão desejável na busca por parceiros.

“De maneira instintiva, nós registramos rapidamente o quão simétrica é uma pessoa. Do ponto de vista evolutivo, sempre foi importante para o ser humano avaliar outras pessoas à distância, e é por isso que a visão é tão determinante”, avalia Brooks.

Continua após a publicidade
Publicidade