Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Pedaço de satélite russo passa perto de estação espacial

Os restos à deriva são do Cosmos 2251, lançado em 1993 e que entrou em colisão com o satélite de comunicação americano Iridium-33 em 2009

Um pedaço de um velho satélite russo passou a toda velocidade nas proximidades da Estação Espacial Internacional (ISS), obrigando a tripulação a se refugiar brevemente em duas cápsulas Soyuz, disseram neste sábado as agências espaciais russa e americana. Os restos à deriva são do satélite Cosmos 2251, lançado em 1993 e que entrou em colisão com o satélite de comunicação americano Iridium-33 em fevereiro de 2009.

A NASA disse em sua conta no Twitter que essa foi a terceira vez que uma tripulação se refugia nas cápsulas Soyuz devido à passagem desses restos. A agência espacial russa afirmou que o pedaço de satélite passou a 23 quilômetros da estação internacional, obrigando os três russos, dois americanos e um membro holandês da tripulação a buscar refúgio nas Soyuz.

Estas cápsulas Soyuz estão acopladas à ISS e são utilizadas pelas tripulações para regressar à terra após suas missões, no caso de emergência. “A ameaça passou”, declarou um responsável do centro de controle da missão russa à agência Interfax. “Os cosmonautas já retornaram à estação para prosseguir a missão”.

Milhares de pedaços de metal, plástico e vidro giram em torno da terra. São resíduos dos 4.600 lançamentos nos 55 anos de conquista e utilização do espaço.

(Com Agência France-Presse)