Oito dúvidas sobre Jesus Cristo já respondidas pela ciência

O personagem histórico difere muito daquele retratado pela Bíblia, a começar pelo fato de que o Natal pode não ser a verdadeira data do nascimento de Cristo

Por Da redação - 30 nov 2017, 15h36

A existência de Jesus Cristo não é uma questão de fé, mas de ciência. Ao menos é o que diz a maioria dos historiadores, que considera um consenso que a figura central do cristianismo, de fato, existiu em carne e osso. A questão é que o personagem histórico estudado pelos acadêmicos difere em vários aspectos daquele retratado pela Bíblia e outros registros. Para começar, não existe nenhuma prova de que Jesus nasceu em 25 de dezembro, data em que comemoramos o Natal – o dia foi escolhido pela igreja para coincidir com uma festa pagã já existente, que celebrava o nascimento de Mitra, o deus do Sol.

Além disso, os historiadores já sabem que aquela imagem de um Jesus branco de olhos azuis e feições europeias, provavelmente, não é verdade. Isso porque ele nasceu na Galileia, uma região que fica ao norte de Israel – e é muito mais provável que ele tenha traços parecidos com a população local (moreno, com cabelos curtos e cacheados) do que com as pessoas que vivem em outro continente.

Mas a aparência e a data de nascimento do Jesus histórico são apenas algumas das dúvidas que que intrigam os pesquisadores. Abaixo, confira oito perguntas e respostas que a ciência já conseguiu responder.

Publicidade