Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

O que aconteceu com o corpo de Scott Kelly durante um ano no espaço?

Kelly participa de uma missão que inclui, na Terra, o irmão gêmeo dele, o astronauta aposentado Mark. Como eles possuem o mesmo material genético, a Nasa poderá comparar os dados psicológicos e físicos de Scott com os de Mark

Após passar 340 dias no espaço, o americano Scott Kelly e o russo Mikhail Kornienko voltaram à Terra nesta quarta-feira. Os astronautas, que estavam a bordo da ISS, participam de uma missão que estuda os efeitos que a longa estadia no espaço pode causar no corpo humano. O projeto busca viabilizar viagens tripuladas à Marte.

Leia também:

Kelly e Kornienko voltam à Terra após missão de 1 ano no espaço

A volta de Scott Kelly: oito fatos sobre a missão de um ano na ISS

Missão – Kelly participa de uma missão que inclui, na Terra, o irmão gêmeo dele, o astronauta aposentado Mark. Como eles possuem a mesma herança genética, a Nasa poderá comparar os dados psicológicos e físicos de Scott com os de Mark. As diferenças podem ajudar a entender como a longa permanência em voos espaciais afeta o corpo e a mente dos astronautas.

Segundo a Nasa, os dados colhidos ainda serão analisados por mais dois anos e não há previsão para que os resultados sejam publicados. Alguns efeitos da estadia prolongada em ambiente de microgravidade, contudo, já são esperados, com base em tudo o que as agências espaciais aprenderam com missões mais curtas. Confira abaixo quatro deles:

(Da redação)