Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Novo aparelho usa salmoura para produzir oxigênio em Marte

O mecanismo, criado por cientistas dos Estados Unidos, simplificou o processo de eletrólise para fazer oxigênio em uma atmosfera que não o possui

Por Sabrina Brito 5 dez 2020, 16h33

Um novo estudo da Universidade de Washington (EUA) culminou na construção de um equipamento capaz de produzir oxigênio. O aparelho poderia ser útil em expedições humanas a Marte, e provou-se mais eficiente do que outros protótipos.

O dispositivo baseia-se no uso do perclorato de sódio (sal que que acredita existir em Marte), retirando moléculas de água do composto e originando oxigênio e hidrogênio. O método foi testado por meio de um experimento: os cientistas construíram um equipamento de eletrólise em condições parecidas com aquelas oferecidas pelo Planeta Vermelho. Uma reação química fez com que a salmoura dentro do dispotiviso fluísse pelo mecanismo e se dividisse em oxigênio de um lado e hidrogênio do outro.

A opção pela salmoura não é gratuita: no planeta vizinho, grande parte da água que não estiver congelada deve ser salgada — ou seja, a matéria-prima do novo método de produzir oxigênio é abundante em solo marciano.

De acordo com os pesquisadores, o aparelho gerou aproximadamente 25 vezes mais oxigênio do que o Moxie, aparelho criado para a missão Mars 2020 (realizada por uma sonda enviada a Marte) com o mesmo propósito.

Ainda assim, é preciso destacar que muitos estudos e testes devem ser feitos com o novo mecanismo. É importante, por exemplo, que ele seja duradouro e não estrague com o tempo.

Continua após a publicidade
Publicidade