Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nomes dos 4 novos elementos da tabela periódica são apresentados

De acordo com o órgão, os novos elementos sintéticos se chamam nihonium (elemento 113), moscovium (115), tennessine (117) e oganesson (118)

A União Internacional de Química Pura e Aplicada (Iupac), órgão internacional e não governamental que tem a palavra final sobre a tabela periódica, apresentou ao público na quarta-feira os nomes propostos para os quatro novos elementos  descobertos no fim de dezembro. Os nomes passarão por uma consulta pública até novembro deste ano, quando o resultado será publicado.

De acordo com o órgão, os novos elementos se chamam nihonium (elemento 113), moscovium (115), tennessine (117) e oganesson (118). Os símbolos propostos são Nh, Mc, Ts e Og, respectivamente. Os elementos foram confirmados pelos cientistas no fim de dezembro e adicionados à tabela periódica, que ordena os elementos conforme sua composição e propriedades químicas.

Os elementos, que foram descobertos por cientistas no Japão, Rússia e Estados Unidos, receberam nomes que homenageiam os países de origem, substituindo os nomes temporários que haviam recebido – ununtrium (Uut), ununpentium (símbolo Uup), ununseptium (Uus) e ununoctium (Uuo).

Leia também:
Elemento Lemmium: fãs de Motörhead pedem que tabela periódica homenageie vocalista
Tabela periódica ganha quatro novos elementos

A descoberta do elemento 113, nihonium, que havia sido reivindicada por cientistas russos e americanos, foi concedida a pesquisadores do Instituto Riken, no Japão. Por isso, o elemento foi batizado homenageando Nihon, uma das formas de falar Japão em japonês e que significa “terra do sol nascente”. Esse foi o primeiro elemento a ser nomeado na Ásia.

O elemento 118, oganesson, foi nomeado em homenagem ao professor de física nuclear russo Yuri Oganessian, que liderou as pesquisas para a sua descoberta. Ele será a segunda pessoa na história a ser homenageada com a nomeação de um elemento enquanto ainda viva.

O elemento 115, moscovium, recebeu esse nome em homenagem a Moscou, que abriga o centro de pesquisas nuclear russo; e o elemento 117, tennessine, homenageia o Tennessee, estado americano onde está localizado um dos laboratórios que ajudaram na descoberta. Eles foram os primeiros elementos a ser adicionados à tabela desde 2011, quando os elementos 114 e 116 foram incluídos.

Descoberta – Um elemento químico representa um conjunto de átomos que têm a mesma quantidade de prótons em seu núcleo. A tabela periódica ordena e agrupa os elementos conforme determinadas características, permitindo a cientistas prever inúmeras propriedades e reações.

Os elementos descobertos são sintéticos e criados em aceleradores de partículas, que fazem átomos se chocarem e seus núcleos se fundirem. Os quatro são radioativos e permanecem estáveis apenas por frações de segundo antes de decair, liberando energia de seu núcleo e se transformando em outros elementos.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Agustinho Plucenio

    Estranho colocar na tabela periódica um elemento químico que decai em frações de segundo. Será que no futuro, irão colocar também outros elementos que possam surgir a partir de reações físico-químicas? Algo me diz que a tabela irá crescer muito com essa metodologia.

    Curtir