Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Nasa lança satélite criado com participação brasileira

Objetivo do Aquarius, cooperação com Argentina, Canadá, Itália e França, é medir a salinidade dos mares e melhorar previsões climáticas

Por Da Redação Atualizado em 6 Maio 2016, 17h07 - Publicado em 10 jun 2011, 17h37

O satélite SAC-D Aquarius, desenvolvido com a participação do Brasil, foi lançado pela Nasa nesta sexta-feira da base aérea de Vanderberg, na Califórnia, Estados Unidos. O objetivo da agência espacial americana é medir a salinidade dos oceanos e compreender de forma mais aprofundada o ciclo global da água, melhorando as previsões climáticas.

O instrumento científico – criado em cooperação pelo Brasil, Argentina, Canadá, Itália e França, com a participação de mais de 200 pessoas – deverá mapear os oceanos e produzir estimativas mensais que mostrarão como os níveis de sal influenciam as temperaturas. A missão também fornecerá informações sobre queimadas e vulcões.

O lançamento da Nasa acontece três meses depois do fracasso do Glory, um satélite de observação da Terra de 424 milhões de dólares que não conseguiu separar-se de seu sistema de propulsão e caiu no oceano. Neste caso, o satélite foi levado pela nave United Launch Alliance Delta II e separado do foguete depois de 57 minutos. Relatórios iniciais mostram que o satélite está em perfeitas condições.

Nos próximos 25 dias, o satélite será testado e fará manobras até atingir sua órbita final. As análises científicas começarão depois que todos os instrumentos forem verificados. O observatório começará a funcionar plenamente em cerca de dois meses.

(Com Agência France Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade