Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mulheres se sentem atraídas por homens “machões” durante período fértil

Para pesquisadores, essa pode ser uma consequência da evolução, quando mulheres procuravam homens com melhores genes para se reproduzir

Um novo estudo mostrou que as mulheres mudam suas preferências quanto ao tipo de homem pelo qual se sentem atraídas dependendo do período do mês. De acordo com a pesquisa, devido a uma consequência da evolução, elas tendem a preferir homens com características físicas notoriamente masculinas durante o período de ovulação. O artigo foi publicado nesta segunda-feira, no periódico Psychological Bulletin.

CONHEÇA A PESQUISA

Título original: Do Women’s Mate Preferences Change Across the Ovulatory Cycle? A Meta-Analytic Review.

Onde foi divulgada: periódico Psychological Bulletin

Quem fez: Kelly Gildersleeve, Martie G. Haselton e Melissa R. Fales

Instituição: Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos

Resultado: Analisando diversos estudos anteriores, os pesquisadores concluíram que as mulherem tendem a preferir parceiros com características físicas mais masculinas durante seu período fértil, como uma consequência da evolução.

Pesquisadores da Universidade da Califórnia, em Los Angeles, revisaram 50 estudos realizados sobre o assunto e concluíram que o sexo feminino evoluiu para preferir parceiros com comportamento dominante, certo tipo físico e facial e um determinado odor corporal. Essas mesmas características, porém, não são as procuradas para relacionamentos longos.

Uma das hipóteses é que essa mudança de preferência seria uma adaptação evolutiva, que guiaria o interesse reprodutivo de nossos ancestrais, muito antes que a medicina moderna, as melhorias na alimentação e no saneamento básico reduzissem as taxas de mortalidade infantil. “Segundo essa teoria, as mulheres que buscavam essas características nos parceiros tinham mais chances de transmitir bons genes para seus filhos, aumentando suas chances de sobrevivência e sucesso reprodutivo”, explica Kelly Gildersleeve, doutoranda em psicologia e uma das autoras do estudo.

Leia também:

A química do amor

Beijos são “teste” para escolher o parceiro, diz estudo

Olfato apurado – Das características que influenciam a preferência feminina durante a ovulação, a resposta aos odores corporais masculinos parecem ser a evidência mais sólida, de acordo com os autores.

Em alguns dos estudos específicos de odor realizados até agora – confirmados na revisão -, os pesquisadores pediram que as mulheres cheirassem camisetas que tinham sido utilizadas por homens com diversos níveis de simetria corporal e facial – considerados pontos fortes do ponto de vista genético. Os resultados mostraram que as mulheres preferiram o cheiro dos homens mais simétricos quando estavam no período mais fértil de seu ciclo menstrual.

Enquanto a mudança de preferências sexuais nas mulheres é debatida, no reino animal esse tipo de comportamento já foi documentado em diversos bichos, de ratos a orangotangos. Fêmeas de chimpanzés, por exemplo, preferem ter relações sexuais com machos diferentes quando estão na fase fértil e quando não estão.

“Até a década passada, nós aceitávamos a noção de que a sexualidade humana feminina era radicalmente diferente das outras espécies e não era influenciada pelos hormônios ligados à reprodução, como nos outros animais. Então surgiram estudos que desafiaram o conhecimento tradicional”, diz Martie Haselton, professora de psicologia e estudos da comunicação na universidade.