Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mudanças climáticas podem comprometer o hóquei ao ar livre no Canadá

Pesquisa canadense aponta que os períodos favoráveis à patinação no gelo têm ficado mais curtos nos últimos anos

A prática do hóquei ao ar livre no Canadá, onde o esporte é bastante popular, pode estar sendo ameaçada pelas mudanças climáticas causadas pela ação do homem. O alerta foi dado por cientistas das universidades canadenses McGill e Concordia, em estudo publicado hoje na revista Environmental Research Letters.

CONHEÇA A PESQUISA

Título original: Observed decreases in the Canadian outdoor skating season due to recent winter warming

Onde foi divulgada: revista Environmental Research Letters

Quem fez: Nikolay N. Damyanov, H. Damon Matthews e Lawrence A. Mysak

Instituição: Universidades McGill e Concordia

Dados de amostragem: Dados climáticos de 1951 até os dias de hoje

Resultado: Desde 1950, temperaturas médias do inverno no Canadá aumentaram mais de 2,5°C. A pesquisa, prevendo um aumento cada vez maior dessa temperatura, acredita que o aquecimento global pode comprometer significativamente a viabilidade da patinação ao ar livre.

Por conta dos lagos congelados e das pistas formadas no fundo das casas, os esportes de inverno fazem parte da cultura do Canadá. O estudo acredita, porém, que a população do país terá acesso limitado a essas pistas naturais no futuro, pois temperaturas maiores durante o inverno, decorrentes do aquecimento global, vão impedir o gelo de congelar completamente.

A partir de dados climáticos desde 1951, os pesquisadores calcularam a duração das temporadas anuais de patinação ao ar livre no país. Depois, observaram como essa duração mudou desde então, em sintonia com o aquecimento global. Das 142 estações meteorológicas analisadas, a maioria apresentou uma redução significativa do período favorável à prática de esportes de inverno no decorrer dos anos.

As maiores diminuições foram observadas no sudoeste e no centro do Canadá. Nas regiões como a de British Columbia e a do sul de Alberta, a patinação ao ar livre pode acabar dentro das próximas décadas. “A criação de pistas naturais de patinação depende de o inverno ter dias suficientes de frio. É difícil imaginar o Canadá sem hóquei ao ar livre, mas o esporte pode se tornar uma vítima da nossa contínua ignorância em relação aos problemas do clima”, diz Damon Matthews, coautor da pesquisa.

Usando informações de pistas de gelo naturais em várias cidades canadenses, os pesquisadores criaram um conjunto de critérios que marca o início e determina a duração dessas temporadas favoráveis à patinação. O período começa no último de uma série de três dias em que a temperatura máxima não exceda 5°C negativos, e a duração da temporada é o número de dias viáveis à prática do esporte, de acordo com o congelamento da pista.

O país parece ter sofrido mais com o aquecimento global do que o resto do mundo. Desde 1950, temperaturas médias do inverno no Canadá aumentaram mais de 2,5°C, número três vezes maior do que a média atribuída às mudanças climáticas provocadas pelo homem.