Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

MIT cria robô capaz de limpar vazamento de petróleo

Pesquisadores do instituto desenvolvem solução de 100 milhões de dólares para acabar com o petróleo na superfície oceânica

Por Da Redação Atualizado em 6 Maio 2016, 17h15 - Publicado em 30 ago 2010, 17h08

Aparelho possui uma nanomalha que consegue absorver 20 vezes o próprio peso em petróleo

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, em inglês) desenvolveram uma espécie de robô para tentar limpar, em um mês, todo o óleo que vazou no Golfo do México. O segredo seria uma nanomalha que consegue absorver 20 vezes o próprio peso em petróleo. O óleo então é incinerado pelo próprio robô e a malha pode ser reutilizada indefinidamente. Fisicamente, o aparato se parece com uma esteira rolante gigante, com cinco metros de comprimento e dois de largura. O Seaswarm, nome dado ao projeto, é alimentado por energia solar com uma superfície giratória que capta o petróleo, separa da água e o faz desaparecer com o calor. Além disso, ele opera com GPS e um sistema inteligente integrado com conexão sem-fio, de modo que vários Seaswarm podem ser utilizados em conjunto cobrindo uniformemente a mancha. Eles detectam a borda da mancha e fazem a limpeza rumo ao centro, trabalhando sozinhos ou delegando tarefas para robôs que estejam nas proximidades. Os pesquisadores do instituto estimam que uma frota de 5.000 robôs seria capaz de limpar a superfície da mancha do Golfo do México em um mês, com um custo de 100 milhões de dólares. Uma pechincha, já que a British Petroleum (BP) já gastou 6,1 bilhões de dólares nas operações para combater o vazamento de petrólo no Golfo do México, que teve início em abril e se tornou o maior desastre ambiental dos Estados Unidos. Agora só falta resolver o problema do petróleo que está no fundo do oceano. Abaixo, o vídeo elaborado pela equipe do MIT para apresentar o projeto, em inglês:

http:http://www.youtube.com/embed/KlHapZoIXqg

Publicidade