Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Mais um bilionário no espaço: Jeff Bezos decola dia 20 de julho

O fundador da Amazon voará às 10h da manhã, horário de Brasília, no foguete de sua própria companhia, com mais três passageiros

Por Sergio Figueiredo Atualizado em 15 jul 2021, 12h37 - Publicado em 15 jul 2021, 12h25

O americano Jeff Bezos é um dos homens mais ricos do mundo. Fundador da Amazon, a chamada “Loja de Tudo”, ele forma, com o britânico Richard Branson e o sul-africano naturalizado americano Elon Musk, a tríade de multibilionários que ergueram suas vidas sobre outros tipos de negócio, mas, por paixão e por interesse comercial, enveredaram para o arriscado segmento da indústria aeroespacial. No último dia 11, Branson inaugurou o turismo no espaço viajando a bordo de sua própria nave a 86 quilômetros de altitude, nos limites da atmosfera. No próximo dia 20 de julho − não por coincidência a data de aniversário do histórico pouso da Apollo 11 na Lua −, Bezos irá se instalar no alto do foguete de sua própria companhia, a Blue Origin, para ir além, ultrapassando 100 quilômetros de altitude e cruzando assim a chamada linha imaginária de Kármán, que separa a atmosfera do espaço sideral.

Decolando da base de lançamentos da Blue Origin, localizada em um deserto próximo a Van Horn, cidadezinha do Texas, Bezos realizará seu sonho de infância, fazendo um voo suborbital (pois não ficará em órbita por muito tempo) que abrirá caminho para uma outra forma de turismo espacial, diferente daquela inaugurada por Branson: o bilionário americano voará não em uma aeronave, mas no foguete New Shepard, que carrega uma cápsula que comporta até seis passageiros, mas que levará apenas quatro nesse voo de demonstração. Uma vez que a cápsula for lançada ao espaço, o foguete de 18 metros de altura retornará ao solo, podendo ser reutilizado em muitas outras missões, como já faz o Falcon 9 da SpaceX. Depois de flutuar alguns minutos no vácuo − durante os quais os passageiros poderão apreciar a sensação de ausência de gravidade, além de testemunhar com os próprios olhos a imensa curvatura azul da Terra −, a cápsula descerá à superfície, pousando no deserto com o auxílio de poderosos paraquedas. Todo o processo é autônomo em ambos os veículos (foguete e cápsula), o que dispensa pilotos em voos turísticos.

Além de Bezos, estarão a bordo seu irmão Mark, a convidada de honra Wally Funk, uma senhora de 82 anos que fez parte do programa de recrutamento de astronautas na década de 1960, mas que nunca foi selecionada para ir ao espaço, e um quarto passageiro, ainda desconhecido, que arrematou seu assento em leilão por 28 milhões de dólares, dinheiro que será doado a um projeto de educação. A decolagem será transmitida por streaming às 10h da manhã, horário de Brasília, na próxima terça-feira, e poderá ser acompanhada por este site, com reportagem da equipe de VEJA.

Saiba mais sobre o turismo espacial aqui e sobre a paixão de Jeff Bezos por viagens espaciais e ficção científica aqui.

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade