Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Lasers podem substituir vela de carro

Tecnologia permitirá motores mais sustentáveis, garantem cientistas

Por Da Redação Atualizado em 6 Maio 2016, 17h08 - Publicado em 26 abr 2011, 11h08

Os lasers podem substituir as velas de ignição dos carros para fazer com que os motores sejam mais sustentáveis. Especialistas da Romênia e do Japão descobriram que lasers podem dar a ignição no processo de combustão da mistura ar-combustível dos motores dos carros. Atualmente, o processo é iniciado por uma faísca gerada a partir de uma descarga elétrica. Os resultados serão divulgados em uma conferência no dia 1º de maio.

A descoberta, garantem os especialistas, pode revolucionar a eficiência dos motores. A abordagem adotada pelos engenheiros, na teoria, reduz a poluição gerada pelos motores ao fazer com que uma maior parte da mistura ar-combustível entre em combustão.

Uma das maiores desvantagens da vela de ignição tradicional é que o metal usado na fabricação se degrada com o passar do tempo. Além disso, a faísca é capaz de iniciar o processo de combustão apenas na região próxima à vela, diminuindo a eficiência da queima do combustível.

Muitas outras pesquisas já tentaram substituir a tecnologia – que permanece praticamente inalterada desde sua invenção, há 150 anos – com lasers. Contudo, a conclusão foi que os lasers seriam ineficientes, instáveis e difíceis de manipular.

A equipe nipo-romena diz acreditar que agora conseguiram desenvolver um sistema que pode concentrar até três raios laser nos cilindros do motor em diferentes profundidades, aumentando a eficiência da combustão. A desvantagem é que os lasers precisam de muita energia para gerar os pulsos necessários para iniciar o processo.

Os cientistas estão fechando um acordo para comercializar a tecnologia com uma fabricante de componentes automotivos.

Continua após a publicidade
Publicidade