Clique e assine a partir de 9,90/mês

Israel lança módulo ao espaço para se tornar 4º país a chegar à Lua

Lançamento foi executado com sucesso; nave agora terá uma a jornada de cerca de sete semanas orbitando ao redor da Terra até alcançar o solo lunar

Por Da Redação - Atualizado em 22 fev 2019, 05h18 - Publicado em 22 fev 2019, 00h43

O módulo lunar israelense Beresheet foi lançado nesta quinta-feira 21 rumo ao espaço, a bordo de um foguete Falcon 9, da empresa SpaceX, e desta maneira põe Israel perto de ser o quarto país do mundo a chegar à Lua – após Estados Unidos, Rússia e China.

No horário previsto, às 20h45 (horário local, 22h45 de Brasília), o Falcon 9 deixou o Complexo 40 do Cabo Canaveral, no centro da Flórida, com “Beresheet” em seu interior, um módulo que pesa aproximadamente 585 quilos, mede aproximadamente 1,5 metro e custou 100 milhões de dólares.

Além disso, o foguete da SpaceX, que três minutos depois da decolagem passou para a segunda fase, carrega o satélite Nusantara Satu e um laboratório de pesquisa da Força Aérea dos Estados Unidos.

Após uma decolagem sem imprevistos, a uma velocidade de aproximadamente 36 mil km/h, o Beresheet continuou na órbita geoestacionária planejada, onde começará uma jornada de cerca de sete semanas orbitando ao redor da Terra para alcançar a velocidade necessária para atingir a Lua.

Continua após a publicidade

Uma parte do Falcon 9 retornou cerca de dez minutos após a decolagem para uma plataforma colocada no Oceano Atlântico para ser reutilizada.

A SpaceIL, uma entidade privada sem fins lucrativos, é responsável pelo projeto em conjunto com o grupo empresarial da Indústria Aeroespacial de Israel (IAI).

O módulo está equipado com câmeras, sensores magnéticos e transmissores que enviarão as informações para a Terra, e será alimentado por um foguete Falcon 9 da SpaceX, fundado por Elon Musk, que nunca participou de um lançamento de uma nave ou módulo que tem a lua como destino.

(com EFE)

Publicidade