Clique e assine a partir de 9,90/mês

Governo britânico investirá R$ 388 milhões em previsão do tempo

Dinheiro vai financiar o desenvolvimento de computador mais eficaz para prever temperatura e eventos meteorológicos destrutivos, como inundações e nevoeiros

Por Da Redação - Atualizado em 6 maio 2016, 16h09 - Publicado em 28 out 2014, 16h14

O governo britânico vai investir 97 milhões de libras (ou 388 milhões de reais) no desenvolvimento de um supercomputador capaz de melhorar a previsão do tempo. O anúncio do financiamento foi feito nesta terça-feira pela agência meteorológica Met Office, que será responsável pelo projeto.

Espera-se que a tecnologia, que se chamará High Performance Computer (HPC), consolide a Grã-Bretanha como líder mundial nessa área. “O projeto nos proporcionará a capacidade de colaborar na previsão do tempo com outras agências meteorológicas de todo o mundo”, disse o diretor da Met, Rob Varley.

Leia também:

Casa Branca defende medidas urgentes para combater mudança climática

Continua após a publicidade

Segundo a empresa, o computador permitirá que a previsão seja atualizada a cada hora, oferecendo mais detalhes sobre o clima e ajudando a prever eventos meteorológicos destrutivos como inundações, fortes nevascas, ventos ou nevoeiros. O equipamento será 13 vezes mais potente do que o sistema atual da Met, terá 120 000 vezes mais memória do que um smartphone e pesará 140 toneladas. Além disso, terá a capacidade de realizar mais de 16 quatrilhões de operações matemática por segundo.

O governo britânico espera que o investimento no computador seja revertido em um benefício socioeconômico de 2 bilhões de libras, uma vez que as previsões permitirão a elaboração de planos de contingência, antes da ocorrência de fenômenos meteorológicos, para proteger casas e empresas.

O projeto será desenvolvido em Exester e a previsão é a de que ele tenha início em setembro do ano que vem. A tecnologia deverá ser colocada em prática somente em 2017.

(Com EFE)

Publicidade