Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Formiga lambe companheira para se ‘vacinar’

Estudo mostra como formigas adquirem proteção contra infecções

Por Da Redação Atualizado em 6 Maio 2016, 16h40 - Publicado em 5 abr 2012, 17h11

Pesquisadores do Instituto de Ciência e Tecnologia da Áustria publicaram um artigo no periódico PLoS Biology mostrando que um grupo de formigas adquiriram imunização ao lamber o fungo que infectava uma companheira. O processo, conhecido como “imunização social”, foi comprovado pelo estudo coordenado pela professora Sylvia Cremer.

CONHEÇA A PESQUISA

Título original: Social Transfer of Pathogenic Fungus Promotes Active Immunisation in Ant Colonies

Onde foi divulgada: periódico PLoS Biology

Quem fez: grupo de pesquisadores liderado pela Prof. Sylvia Cremer

Instituição: Instituto de Ciência e Tecnologia da Áustria

Dados de amostragem: formigas Lasius

Resultado: Formigas Lasius em contato com fungos Metarhizium anisopliae podem promover a imunização social de sua colônia.

Para realizar o estudo, o grupo de pesquisadores colocou uma formiga infectada por fungo, com marcação fluorescente, em contato com um grupo saudável. Depois, verificaram como o fungo se espalhou. Após dois dias de convívio entre os insetos, foi constatado um baixo nível de infecção.

Continua após a publicidade

Pesquisadores apontaram o grooming (processo em que o grupo ajuda a remover parasitas uns dos outros, comum entre insetos sociais) como um dos responsáveis pelo baixo nível de contaminação, já que ele provoca a imunização dessas formigas.

Metodologia e resultados – Os estudos realizados pelo grupo de Cremer foram feitos com formigas Lasius infectadas pelo fungo Metarhizium anisopliae, que comumente ataca esses insetos. Ainda que o contato social tenha trazido redução no nível de infecção dessas formigas, o mesmo resultado não foi alcançado na exposição desses insetos a bactérias e vírus.

A pesquisa tinha como objetivo verificar ainda se a imunidade aos fungos foi adquirida de forma ativa ou passiva, ou seja, se os anticorpos foram produzidos pelos indivíduos saudáveis ou se foram transferidos diretamente pela formiga infectada. O processo de grooming mostra ainda que o contato direto com o fungo provoca a imunização dos indivíduos saudáveis contra esse parasita, tratando-se de imunização ativa.

Saiba mais

GROOMING

Hábito comum entre insetos sociais (como formigas, cupins e abelhas) onde o grupo ajuda a remover parasitas de um de seus membros. Esse é o caso das formigas Laisus, que lamberam umas às outras para remover fungos.

IMUNIZAÇÃO ATIVA

Neste processo, os anticorpos são produzidos pelo próprio indivíduo ao entrar em contato com o organismo infeccioso.

IMUNIZAÇÃO PASSIVA

É adquirida através da transferência direta de anticorpos prontos para um indivíduo.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês