Clique e assine a partir de 8,90/mês

Fleróvio e livermório, os novos nomes dos elementos 114 e 116 da Tabela Periódica

Nomes foram aprovados pela União Internacional de Química Pura e Aplicada e serão publicados na edição de julho da 'Pure and Applied Chemistry'

Por Da Redação - Atualizado em 6 Maio 2016, 16h34 - Publicado em 5 jun 2012, 21h29

Quase um ano após serem adicionados oficialmente à Tabela Periódica, os elementos 114 e 116 foram finalmente batizados: fleróvio e livermório. As novas designações foram aprovadas pela União Internacional de Química Pura e Aplicada (IUPAC, na sigla em inglês), na reunião que celebrou o fim do Ano Internacional da Química, no dia 31 de maio.

O fleróvio (114, símbolo atômico Fl) foi batizado em homenagem ao físico russo Georgiy Flerov (1913-1990). Ele descobriu a fissão espontânea do urânio e fundou o Laboratório de Reações Nucleares, que fica em Dubna, na Rússia. O centro de pesquisas participou da ‘fabricação’ do elemento 114. Tanto o fleróvio como o livermório não são encontrados na natureza. Podem apenas ser forjados em laboratório, por milésimos de segundo, como o resultado da colisão entre núcleos mais leves em um acelerador.

O livermório (116, símbolo atômico Lv), por sua vez, recebeu seu nome em homenagem ao Laboratório Nacional Lawrence Livermore (LLNL, na sigla em inglês) e à cidade de Livermore, na Califórnia. Um grupo de cientistas do laboratório ajudou a sintetizar o elemento 116 junto com os russos, em Dubna. É mais um elemento ligado ao laboratório americano. O Laurêncio (elemento 103), sintetizado em 1961, recebeu o nome em homenagem ao físico Ernest Lawrence (1901-1958), fundador do LLNL. Cientistas do LLNL já participaram da descoberta de quatro elementos, além do 114 e 116: os de número 113,115, 117 e 118.

“Estes nomes honram não apenas as contribuições individuais dos cientistas desses laboratórios para o campo da ciência nuclear, mas também a fenomenal cooperação entre os cientistas desses dois países”, afirmou Bill Goldstein, diretor do LLNL.

Os nomes dos elementos serão publicados na edição de julho do periódico Pure and Applied Chemistry, da IUPAC.

No vídeo abaixo (em inglês, com legendas em português, o professor Martyn Poliakoff, da Universidade de Nottingham, explica os nomes dos novos elementos:

http:http://www.youtube.com/embed/QqCGF8y6jhk

Continua após a publicidade
Publicidade