Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Filmes de terror fazem cérebro reviver experiências ruins

Stress agudo reorganiza recursos do cérebro vitais em situações de medo


CONHEÇA A PESQUISA

Título original: Stress-Related Noradrenergic Activity Prompts Large-Scale Neural Network Reconfiguration

Onde foi divulgada: revista Science

Quem fez: Erno J. Hermans e outros

Instituição: Universidade de Nova York

Dados de amostragem: 80 voluntários adultos

Resultado: Os cientistas descobriram que as situações de stress agudo, com a de assistir a um filme de terror, provoca uma reorganização no cérebro que traz à tona experiências ruins vividas anteriormente.

As situações de estresse agudo, como a de assistir a um filme de terror, levam o cérebro a lembrar de experiências ruins e a reorganizar seu modo de funcionamento. É o que diz um estudo feito por pesquisadores da Universidade de Nova York e publicado na revista Science.

Os cientistas expuseram 80 voluntários a filmes de vários gêneros para comparar as reações cerebrais em cada um dos casos. De acordo com o chefe do estudo, Erno Hermans, o stress agudo que filmes de terror podem causar altera a forma como o cérebro funciona. A mudança de estado cerebral funciona como uma redistribuição estratégica dos recursos que são vitais em situações de medo.

“Quando o cérebro se altera após situações de stress agudo, os sentidos se aguçam e o medo cria um estado de alerta que fortalece as lembranças das experiências estressantes, além de prejudicar a capacidade de análise”, diz o estudo.

(Com agência EFE)