Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Estudo sugere presença do coronavírus nos Estados Unidos em 2019

Cientistas identificaram a presença de anticorpos em habitantes dos EUA antes do anúncio oficial dos primeiros casos no país, em 2020

Por Sabrina Brito 16 jun 2021, 15h12

Uma nova pesquisa baseada em testes de anticorpos encontrou evidências de que o coronovírus circulava pelos Estados Unidos já em dezembro de 2019, sendo que o primeiro caso confirmado de Covid-19 no país foi anunciado no dia 21 de janeiro de 2020. O estudo foi publicado no periódico científico Clinical Infectious Diseases.

Ao longo da pesquisa, especialistas analisaram mais de 24 mil amostras de sangue coletadas nos Estados Unidos entre o começo de janeiro e meados de março do ano passado. O empreendimento, coordenado pelos Institutos Nacionais de Saúde do país, tem como objetivo coletar e analisar dados sobre a saúde dos habitantes dos EUA.

Os primeiros testes de coronavírus positivados foram registrados nos estados de Illinois e Massachusetts nos dias 7 e 8 de janeiro, indicando que o SARS-CoV-2 estava presente nessas regiões no fim de dezembro. No total, foram encontrados sete participantes que haviam contraído o vírus antes dos primeiros relatos oficiais da doença nesses locais.

É importante destacar que, como os exames feitos se baseiam na identificação de anticorpos e não do coronavírus propriamente dito, a precisão da pesquisa não é de 100%. Existe, por exemplo, a possibilidade de que todos os testes tenham sido falsos positivos, embora a chance seja baixa.

Continua após a publicidade
Publicidade