Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dragon sobrevoa estação espacial antes de acoplamento na sexta: Nasa

A cápsula Dragon, da empresa SpaceX, lançada na terça-feira no primeiro voo privado para a Estação Espacial Internacional (ISS), estava em rota na manhã desta quinta-feira para realizar uma primeira aproximação antes de seu acoplamento, previsto para a sexta-feira, segundo a agência espacial americana.

Pouco antes das 09H00 GMT (06h00 de Brasília), a nave de seis toneladas não tripulada ligou os motores orbitais para se colocar em uma trajetória que a posicione exatamente abaixo da estação, a uma distância prevista de 2,5 km, e iniciar uma série de testes chaves antes de se afastar novamente, segundo o comentarista oficial da televisão da Nasa.

Durante este período será realizada uma série de testes para verificar o bom funcionamento das comunicações entre a Estação, situada a 350 quilômetros da Terra, e a Dragon, assim como o bom estado do sistema de navegação com o GPS para determinar a posição exata da plataforma orbital com relação à cápsula da empresa SpaceX.

Dois dos seis astronautas a bordo da estação ativarão as comunicações entre a ISS e Dragon quando esta passar exatamente abaixo e no mínimo a 2,4 km da estação, por volta das 10H30 GMT (07H30 de Brasília).

A Dragon colocará, depois, seus motores em funcionamento para se afastar cerca de 200 km e começar uma aproximação de 24 horas à estação a fim de se acoplar a ela na sexta-feira, por volta de 12H00 GMT (9H00 de Brasília).

Na quarta-feira, a Dragon efetuou com êxito a primeira série de testes.

“Até agora tudo está funcionando como previsto”, declarou à AFP Kelly Humphries, porta-voz do Johnson Space Center de Houston (Texas, centro-sul), onde está situado o centro de controle da ISS.

“Tudo o que estava previsto até agora para o voo de teste foi realizado, principalmente os testes de navegação com o sistema de posicionamento por satélite (GPS), de anulação do procedimento de acoplamento e da capacidade da cápsula de ‘flutuar’ livremente no espaço, o que é importante para que o braço mecânico da estação possa pegá-lo”, informou.

Os responsáveis pela missão da Nasa se reunirão à 01H00 GMT de sexta-feira (22h00 de quinta, horário de Brasília) para dar ou não luz verde ao processo de acoplamento, que em caso afirmativo, será realizado pouco depois, às 09H28 GMT (06h28 de Brasília) de sexta-feira, para posicionar a Dragon a uma distância de 250 metros da ISS.

Se tudo der certo, a nave continuará se aproximando para ser amarrada às 12H06 GMT (09H06 de Brasília) pelo braço robótico da ISS, dirigido por dois dos seis astronautas presentes na estação e se posicionará sobre a Harmony, o módulo americano da ISS.

Os procedimentos de acoplamento devem durar três horas.