Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Doze toneladas de peixes mortos são retiradas da Lagoa no Rio

Mortandade é observada pelo segundo dia consecutivo; chuva forte que vem atingindo todo o estado nos últimos dias seria uma das principais causas

Por Da Redação Atualizado em 6 Maio 2016, 16h22 - Publicado em 13 mar 2013, 18h21

Doze toneladas de peixes mortos foram retiradas em dois dias da Lagoa Rodrigo de Freitas, Zona Sul do Rio de Janeiro. O fenômeno observado em um dos principais cartões postais da cidade deve ser resultado das fortes chuvas que tem atingido o estado.

Segundo o secretário municipal de Meio Ambiente, Carlos Alberto Muniz, os temporais levam para as águas da lagoa muito material orgânico, como galhos de árvores, o que diminui o oxigênio da água. O caso é agravado, ainda, pela maré baixa e a época de desova de algumas espécies.

A operação de limpeza do local é feita pela Comlurb, que atua com 94 garis.

Publicidade