Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

DNA de Neandertais em ‘Homo sapiens’ veio do mesmo ancestral e não de cruzamento

Teoria de que grupos de hominídeos acasalaram em algum momento da evolução humana é derrubada por pesquisadores britânicos

A teoria de que os Homo sapiens e os Neandertais acasalaram em algum momento da evolução humana – processo conhecido como hibridização – acaba de ser colocada em xeque por um grupo de pesquisadores do Reino Unido.

A tese da hibridização ganhou força após os cientistas descobrirem que a população da Eurásia e dos Neandertais continham de 1% a 4% de similaridade genética, o que comprovaria a hibridização em algum ponto da evolução humana.

Agora, em um artigo publicado no periódico PNAS (Proceedings of the National Academy of Sciences), pesquisadores da Universidade de Cambridge argumentam que a hipótese mais provável para explicar esse compartilhamento de DNAs é que os Neandertais e os Homo sapiens tiveram o mesmo ancestral – e não que passaram por hibridização.

Saiba mais

HOMO SAPIENS

Espécie do homem moderno, surgiu na África há mais de 300 mil anos e começou a se expandir para a Europa, Oriente Médio e Ásia há aproximadamente 60 mil anos. Alcançaram a Austrália há 40 mil anos e as Américas há 14 mil anos

HOMO NEANDERTHALENSIS

Surgiu na Ásia há mais de 300 mil anos, se espalhando depois para o norte e oeste da Europa. Coexistiu com o Homo sapiens e se extinguiu há cerca de 30 mil anos

HOMO RODOSIENSIS

Viveu na África entre 600.000 a 125.000 anos atrás

HOMO ERECTUS

Deixou a África há cerca de 1,7 milhão de anos, atravessando a Europa e a Ásia e atingindo a Indonésia. Desapareceu da Terra há 300.000 anos

HOMO HEIDELBERGENSIS

Surgiu há mais de 500.000 anos na Europa e se extinguiu há 250.000 anos

HOMO HABILIS

Surgiu há mais de 2 milhões de anos na África subsaariana e se tornou extinto há menos de 1.5 milhão de anos

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores refizeram a linha evolutiva do homem moderno. Por simulações de recombinações genéticas, concluíram que é muito mais provável que a taxa de similaridade nos DNAs sejam consequência de uma mesma ancestralidade do que do cruzamento entre as espécies.

Leia também

Avanço de ‘Homo sapiens’ na Europa Central expulsou Neandertais

Cruzamento entre homem moderno e ancestrais pode ter ocorrido há 35.000 anos

Mitos e verdades sobre neandertais

Linha evolutiva – Neandertais e Homo sapiens já tiveram um mesmo ancestral que, acredita-se, migrou da África para a Europa há meio milhão de anos. Mas, como atualmente há populações muito diversas na Europa, acredita-se que os descendentes daquele ancestral comum não se misturaram completamente pelo continente, mas entre grupos mais próximos.

Entre 350 mil a 300 mil anos atrás, a linha evolutiva dessas populações se separou. O “nicho” europeu evoluiu para os Neandertais e o “nicho” africano evoluiu para o Homo sapiens. A partir desta base, os cientistas criaram um modelo para determinar como as semelhanças genéticas entre os Neandertais e os Homo sapiens, atribuídas anteriormente à hibridização, poderiam ser explicadas.

De acordo com a líder da pesquisa, Andrea Manica, o trabalho mostra que os padrões encontrados no genoma dos grupos não são excepcionais. “Eles estão em linha com o que esperávamos ver sem hibridação. É difícil afirmar categoricamente que nunca houve hibridização, mas se ocorreu, foi um fato mínimo, muito menor do que se disse até agora.”