Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Descobertos os primeiros tubarões híbridos do mundo

Cientistas comprovam cruzamento entre o tubarão-de-ponta-negra australiano com espécies de tubarões-de-ponta-negra comuns

Cientistas anunciaram a descoberta dos primeiros tubarões híbridos (resultado do cruzamento entre duas diferentes espécies) do mundo, em águas australianas. É um provável sinal, segundo eles, de que estes peixes se adaptam à mudança climática.

“A reprodução cruzada do tubarão-de-ponta-negra australiano, que é encontrado no litoral desse país, com a do tubarão-de-ponta-negra de outros lugares do mundo, tem implicação para a vida marinha”, afirma o pesquisador Jess Morgan, da Universidade de Queensland. “Ao reproduzir-se com a espécie comum, o tubarão australiano aumenta seu habitat natural”, explica o cientista. “Isso permite a espécies limitadas às águas tropicais viver em águas mais temperadas.”

Se o resultado do cruzamento for um tubarão mais robusto, o tipo híbrido pode aos poucos substituir seus ancestrais. Esses tubarões híbridos já representam, em certos lugares, até 20% da população total de tubarões-de-ponta-negra das águas perto do litoral australiano. Mas, no momento, não parece causar a diminuição da população das espécies originais, segundo Morgan.

Teste genéticos – Os pesquisadores realizavam pesquisas frente à costa oriental da Austrália, para fazer um levantamento da fauna, quando, conseguiram constatar que alguns tubarões pertenciam a uma espécie, conforme análises genéticas, mas tinham as características da outra. O tubarão-de-ponta-negra australiano é menor do que a espécie mais comum em outros lugares e só pode viver em águas tropicais. Ao contrário, seus descendentes híbridos foram localizados a 2.000 km mais ao sul, em águas muito mais frias.

(Com Agência France-Presse)