Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

David Cameron não virá à Rio+20

Mesmo com adiamento da conferência, para que a data não coincida com o jubileu da rainha Elizabeth II, a Inglaterra será representada pelo vice-primeiro-ministro, Nick Clegg

Não adiantou adiar a maior conferência sobre desenvolvimento sustentável das Nações Unidas. O primeiro-ministro britânico, David Cameron, não vai mesmo comparecer à Rio+20. A delegação britânica será chefiada pelo vice-primeiro-ministro, Nick Clegg, que virá acompanhado da ministra do Reino Unido para o meio ambiente, Caroline Spelman.

Em novembro do ano passado, a presidente Dilma Rousseff solicitou o adiamento da conferência, que estava marcada para o início de junho, para não coincidir com as comemorações do jubileu de diamante da Rainha Elizabeth II. Além de Cameron, havia a preocupação com a vinda dos líderes dos países da Commonwealth, como Austrália e Canadá.

A Rio+20, inicialmente marcada para os dias 4 e 5 de junho, vai ocorrer entre os dias 20 e 22. Cameron é a primeira baixa importante. Cameron, que propaga ter liderado o governo mais ecológico da história do Reino Unido, está sendo criticado por ambientalistas de seu país por não mostrar liderança internacional na questão.

Clegg afirmou que vem ao Rio para promover a economia britânica de baixo uso de carbono e para promover o crescimento de empregos através da economia verde. Na Eco-92, o Reino Unido foi representado pelo primeiro ministro John Major.

As informações foram publicadas hoje pelo jornal The Guardian.