Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Crianças precisam de interação real para aprender novas palavras

De acordo com um novo estudo americano, apenas assistir a algum programa que simula a interação não ajuda no aprendizado de crianças pequenas

Apesar da existência de diversos tipos de programas de televisão considerados interativos voltados para crianças, um novo estudo mostra que a aquisição de vocabulário acontece em situações de interação real com outra pessoa, ainda que mediada por uma tela.

CONHEÇA A PESQUISA

Título original: Skype Me! Socially Contingent Interactions Help Toddlers Learn Language

Onde foi divulgada: periódico Child Development

Quem fez: Sarah Roseberry, Kathy Hirsh-Pasek e Roberta M. Golinkoff

Instituição: Universidade Temple, nos EUA, e outras

Dados de amostragem: 36 crianças de 24 a 30 meses

Resultado: Treinamentos feitos pessoalmente e por uma ferramenta como o Skype possibilitaram o aprendizado de novas palavras pelas crianças, mas simplesmente assistir a um vídeo que simulava interação, não apresentou o mesmo efeito.

O estudo foi realizado com 36 crianças de dois anos de idade, que foram selecionadas para aprender novos verbos de três maneiras diferentes: treinando pessoalmente com um instrutor, treinando através de um sistema como o Skype, que permite interação por áudio e vídeo em tempo real, e assistindo a um vídeo da mesma pessoa, oferecendo instruções a uma outra criança, que estava fora da gravação. Os resultados foram publicados nesta segunda-feira, no periódico Child Development.

Aprendizado – As crianças aprenderam novas palavras durante as sessões de treinamento pessoalmente e por meio do programa de conversa em vídeo, ambos os casos em que ocorria uma interação real, mas não foram bem sucedidas com o uso da gravação que, por ter sido feita previamente, nem sempre correspondia de forma adequada às respostas da criança que participou do estudo.

Para Kathy Hirsh-Pasek, professora de psicologia da Universidade Temple, nos Estados Unidos, e uma das autoras, o estudo destaca a importância da reciprocidade para aprendizado da linguagem. Interações que permitem a troca, como a relação com pais e cuidadores, são essenciais para a aquisição de vocabulário, que pode não ocorrer quando a criança está apenas parada em frente a uma tela.

Leia também:

Idade em que se aprende 2º idioma influencia estrutura cerebral

Estudo mostra que crianças aprendem a linguagem por meio da gramática, não pela repetição