Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Consumo regular de maconha aumenta risco de doenças cardiovasculares

Estudo feito com mais de 500 mil indivíduos mostra que que fuma mais de uma vez por mês tem maior chance de sofrer infarto antes dos 50 anos

Por André Sollitto Atualizado em 3 Maio 2022, 12h02 - Publicado em 3 Maio 2022, 11h54

Com a ampliação da legalização do consumo de maconha, pesquisadores estão se debruçando sobre os dados para entender o impacto que o consumo regular causa na saúde. E um novo estudo aponta que quem está acostumado a fumar mais de uma vez por mês tem um risco maior de desenvolver doenças cardiovasculares ou ter infarto antes dos 50 anos.

De acordo com o biólogo Mark Chandy, da Universidade de Stanford, um dos líderes da pesquisa, a exposição de células ao THC, componente da planta da maconha e responsável pelos efeitos alucinógenos, dá início a um processo que danifica os vasos sanguíneos. “Não é uma droga benigna”, diz ele.

O estudo foi feito a partir da análise de dados de 500 mil indivíduos cadastrados do UK Biobank, um grande projeto que estuda as contribuições genéticas e exposição ambiental ao desenvolvimento de doenças. Do total, cerca de 11 mil usavam maconha com regularidade, e eles apresentaram maior predisposição para o desenvolvimento de problemas cardiovasculares. Informações sobre idade, massa corporal e gênero também foram analisadas para identificar a cannabis como fator de risco.

Além disso, os pesquisadores descobriram que a genisteína, uma molécula normalmente presente em grãos de soja, podem bloquear os efeitos nocivos do THC, como a inflamação nas artérias do coração, ao mesmo tempo em que mantém os efeitos médicos benéficos já conhecidos, como a redução da dor em pacientes com doenças crônicas e o estímulo ao apetite.

Ainda de acordo com os cientistas, esses efeitos a longo prazo na saúde cardiovascular da população vão demorar para ser completamente percebidos, já que o aumento no consumo e a liberação têm acontecido gradualmente.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês