Clique e assine a partir de 8,90/mês

Composto anticancerígeno pode dar origem a anticoncepcional masculino

O JQ1 se mostrou capaz de diminuir a quantidade e qualidade do esperma de camundongos, mas ainda não pode ser usado como contraceptivo masculino

Por Da Redação - Atualizado em 6 Maio 2016, 16h28 - Publicado em 17 ago 2012, 09h57

Uma pesquisa com camundongos aumentou as esperanças de se desenvolver uma pílula anticoncepcional para homens, segundo estudo publicado nesta quinta-feira na revista Cell. O composto, inicialmente concebido para deter o câncer, demonstrou ser capaz de interromper a produção de esperma nos animais.

CONHEÇA A PESQUISA

Título original: Small-Molecule Inhibition of BRDT for Male Contraception

Onde foi divulgada: revista Cell

Quem fez: Martin M. Matzuk, Michael R. McKeown, Panagis Filippakopoulos, Qinglei Li, Lang Ma, Julio E. Agno, Madeleine E. Lemieux, Sarah Picaud, Richard N. Yu, Jun Qi, Stefan Knapp, James E. Bradner

Instituição: Baylor College of Medicine, Dana-Farber Cancer Institute e Harvard Medical School

Dados de amostragem: Camundongos de laboratório

Resultado: Composto usado no combate ao câncer foi capaz de diminuir a quantidade e qualidade do esperma de camundongos de laboratório.

Uma vez suspensa a administração do medicamento, os roedores recuperaram a fertilidade, demonstrando-se capazes de ter descendentes saudáveis. “Se o medicamento for interrompido, há uma reversibilidade completa”, disse Martin Matzuk, do Baylor College of Medicine de Houston, no Texas, um dos autores do estudo.

Continua após a publicidade

O composto é conhecido pelo nome laboratorial JQ1, em homenagem ao químico que o concebeu, Jun Qi, com a ideia inicial de bloquear um gene denominado BRD4, causador de câncer.

No entanto, o mesmo composto é capaz de inibir proteínas chamadas bromodomínios. Uma delas, a BRDT, desempenha um papel importante na produção de esperma. Ao inibir esta proteína, o composto JQ1 diminui substancialmente a quantidade e a qualidade do esperma, tornando os camundongos estéreis.

Sem pílula, por enquanto – No entanto, é pouco provável que o JQ1 seja a descoberta definitiva para este tipo de contracepção masculina, já que, segundo Matzuk, o composto “afeta outros membros da família dos bromodomínios.”

O especialista acrescenta que “no entanto, os dados provam o princípio de que a BRDT é um excelente alvo para a contracepção masculina e nos dá preciosas informações para o desenvolvimento de uma futura droga.”

Veja abaixo vídeo (em inglês, com legendas em português) no qual o Dr. James Bradner, um dos autores do estudo, explica como age o composto:

http:http://www.youtube.com/embed/ah_78wgbExw

Leia também:

Gene ligado ao esperma abre caminho para anticoncepcional masculino

Ultrassom se mostra eficaz como contraceptivo masculino

(Com Agência France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade